Roteiro para celebração do 29º Domingo do Tempo Comum

1647

Elaborado por Vasco Lagares- Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

Reflexão Bíblica de Padre Adilson Ramos de Melo – Arquidiocese de Montes Claros

Dia Mundial das Missões.

Desenho de Luis Henrique Alves Pinto

REFRÃO

Louvarei a Deus, seu nome bendizendo. Louvarei a Deus a vida nos conduz!

Ani. Hoje é o Dia Mundial das Missões! Enquanto comunidade de batizados, somos chamados ao serviço missionário. Não é possível ser Igreja sem ser missionário. Jesus Cristo e seus discípulos, caminharam por toda a Galileia e a Judéia, transmitindo uma mensagem de amor e solidariedade. Hoje, também nós somos chamados a este serviço. O Papa Francisco nos convoca para sermos uma Igreja em saída, que vai ao encontro dos que precisam, vai às periferias que nos cercam. Celebrando o Mês Missionário Extraordinário e o Sínodo para a Amazônia, somos chamados a testemunhar o Evangelho de Cristo para o mundo, com nossas vidas, nossas ações cotidianas, nosso amor.

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ENTRADA

1.Venham trabalhar na minha vinha, / dilatar meu Reino entre as nações; / Convidar meu povo ao banquete. / Quero habitar nos corações.

  1. Unidos pela força da oração, / ungidos pelo espírito da missão, / Vamos juntos construir / uma igreja em ação.

  2. Venham trabalhar na minha vinha, /espalhar na terra o meu amor. / Muitos não conhecem a Boa Nova, / vivem como ovelhas sem pastor.

  3. Venham trabalhar na minha vinha, / com fervor meu nome proclamar; / Que ninguém se queixe ao fim do dia / “Ninguém me chamou a trabalhar”.

  1. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO

PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo

ASS: Amém

PR: O Senhor, que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de cristo, esteja convosco.

ASS: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

  1. ATO PENITENCIAL:

PR: Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas para sermos menos indignos de nos aproximarmo-nos da mesa do Senhor;

PR.: Senhor, que viestes, não para condenar, mas para perdoar, tende piedade

de nós.

AS.: Senhor, tende piedade de nós.

PR.: Cristo, que vos alegrais pelo pecador arrependido, tende piedade de nós.

AS.: Cristo, tende piedade de nós.

PR.: Senhor, que muito perdoais a quem

muito ama, tende piedade de nós.

AS.: Senhor, tende piedade de nós.

PR: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

ASS: Amém.

  1. HINO DE LOUVOR:

Glória, glória! anjos do céu, cantam todos seu amor! e na terra, homens de paz Deus merece o louvor

Deus e Pai, nós vos louvamos\ adoramos, bendizemos, \ damos glória ao vosso Nome, vossos dons agradecemos!

Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai, Vós de Deus Cordeiro Santo, nossas culpas perdoai!

Vós que estais junto do Pai, como nosso intercessor,

acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!

Vós somente sois o santo, o Altíssimo, o Senhor,

com o Espirito divino, de Deus Pai no esplendor!

5 ORAÇÃO DO DIA

PR.: Ó Deus, que desejais a salvação de todos e que cheguem ao conhecimento da verdade, vede a extensão da vossa messe e enviai operários para que o Evangelho seja anunciado a toda criatura. E fazei que o vosso povo, reunido pela palavra da vida e sustentado pela força dos sacramentos, possa caminhar com alegria na estrada da salvação e do amor. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

AS.: Amém

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA – Êx 17,8-13

Leitor. Leitura do Livro do Êxodo

  1. SALMO – Sl 120

  1. Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor, que fez o céu e fez a terra.

  1. SEGUNDA LEITURA – 2Tm 3,14-4,2

Leitor. Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

1- Eu vim para escutar Tua palavra,

Tua palavra, Tua palavra de amor.

2- Eu gosto de escutar Tua palavra,

Tua palavra,  Tua palavra de amor.

3- Eu quero entender melhor Tua palavra,

Tua palavra,  Tua palavra de amor.

4- O mundo ainda vai viver Tua palavra,

Tua palavra, Tua palavra de amor.   

  1. EVANGELHO – Lc 18,1-8

  1. HOMILIA\REFLEXÃO

Motivados pela Igreja Sinodal que busca trilhar com todos os seus fiéis um só caminho da verdade, da justiça, da paz e da fé. Animados pelo trabalho empenhado nestes dias em ouvir os clamores da Amazônia, de seus povos, de sua biodiversidade e no compromisso de sermos cada vez mais uma Igreja em saída, celebramos hoje o Dia Mundial das Missões.

Parafraseando Dom Helder podemos dizer que missão é sair de nós mesmo, vencer a crosta de egoísmo,  descobrir e encontrar os outros. Missão neste aspecto é a superação do egoísmo eclesial, pastoral e pessoal. Na linha do Papa Francisco deixar de ser uma Igreja que se “autorreferenda” para ser uma Igreja em estado permanente de missão, deixar os trabalhos evangelizadores de mera conservação para uma evangelização dinâmica e encarnada na história e na vida de nosso povo. É ainda a capacidade de deixar o pequeno mundinho de nossos problemas e interesses particulares para se aventurar na imensidão do mundo do seguimento e do engajamento que nos faz ser mais no serviço e doação aos outros, na proposta do Reino de Deus. Para que isto se torne prática de vida e não apenas eventos isolados se faz urgente a  intimidade e comunhão com Deus. Neste sentido, a oração iluminada pela escuta da Palavra e pelo olhar da realidade circundante, é esta intimidade, relacionamento profundo e estreito com o Senhor da vida no hoje da nossa realidade.

A primeira leitura deste domingo nos apresenta que o Deus da vida atua na luta e história de seu povo. E para o seu agir quis contar com mediadores humanos. Homens e mulheres que se dispõem a ser a manifestação do braço forte e estendido de Javé em favor dos seus.  Deus intervém na história a favor do seu povo, dos pequenos e desfavorecidos. O mediador dessa ação é o protagonismo humano, simbolizado em Moisés. Há uma relação de proximidade, atuação, benção e superação denotada na ação de Deus em Moisés. É o divino e o humano que se unem para proteger, defender e conservar a justiça, a paz e a vida. Ao mesmo tempo o texto afirma ser preciso para o ser humano, em sua lida e trabalho diário, a moção e a força do Deus da vida. É uma relação que desperta para o diálogo entre céu e terra, entre o humano e o divino para a realização do projeto de Deus que é projeto de justiça e de paz.

Na segunda leitura destaca-se a importância fundamental, para a relação do homem com Deus, para a consciência cada vez mais clara do projeto do Reino, a oração que Brota da Palavra inspirada que nos instrui, motiva, desperta e orienta rumo a centralidade da vida no seguimento a Cristo e ao Dom da  Salvação. Esta carta endereçada a Timóteo é uma exortação a buscar como ensinamento básico de nossa existência a força da Palavra que é inspirada, útil para ensinar e formar segundo a justiça. Como nosso tempo exige uma Palavra que nos instrua na arte do bem viver e conviver, da realização de um projeto de sociedade que inclua, promova e respeite o direito á vida e aos bens necessários para que ela seja vivida condignamente. E quando falamos Palavra, falamos Verbo, Ação, Transformação, Presença, Companhia, Contemplação, Encarnação.

Lucas nos diz que em Jesus Cristo, Palavra feito carne-presença-ação, Deus não é indiferente aos sofrimentos e clamores de seu povo. E atento de alguma forma lhe fará justiça. Jesus conta uma parábola sobre a necessidade de orar sempre sem desanimar. Na comparação utilizada por Jesus a oração é o clamor pela justiça que não pode cessar enquanto houver sofrimento, exploração, ambição desmedida e injustiças. Se a oração é intimidade com Deus em Jesus Cristo, ela deve nos fazer compreender que sua vontade é de vida e vida em abundância para todos. O diálogo com Jesus Cristo faz brotar em nós o compromisso pela defesa da justiça e dos direitos de nossa gente para que venha o Reino de Deus por Ele anunciado. Portanto, a prece elevada a Deus com sinceridade desperta nossos ouvidos e corações para a proposta do projeto de Deus e faz com que o agir de Jesus encontre morada em nossas vidas e ações. Se um juiz iníquo é capaz de fazer justiça a uma pobre viúva que o importuna, muito mais Deus fará justiça aos seus eleitos que por Ele clamam dia e noite em suas lutas e esperanças.

Celebrar este dia mundial das missões é nos comprometer com o pão da vida que é Jesus, com sua Palavra de vida. É viver em oração e fazer de nossa vida essa prece que chega ao coração de Deus e volta em frutos de justiça e paz para nós. É ser capaz de se deixar tocar, encontrar, inquietar pela proximidade do outro, por suas necessidades e por uma vida de comunidade e comunhão. Segundo a Evangelii Gaudium: “Assim como a Igreja é missionária por natureza, também brota inevitavelmente dessa natureza a caridade efetiva para com o próximo, a compaixão que compreende, assiste e promove.” Sejamos, pois, missionários do Reino que se comprometem, se misturam, que se fazem participantes do processo da encarnação, nos ofertando como vida partilhada e compartilhada nas teias da história e nas sendas das lutas de nossa gente.

Pe. Adilson Ramos de Melo

Pároco paroquia São Francisco de Assis

Arquidiocese de Montes Claros

  1. PROFISSÃO DE FÉ

  2. PRECES DA ASSEMBLÉIA

PR: Uma Igreja missionária é aquela que partilha a alegria do Evangelho além de suas fronteiras, sejam as paredes de seu Templo, sejam fronteiras físicas ou culturais, existenciais. O Senhor inclui todos no banquete do Reino. Em atitude de gratidão e confiança, apresentemos nossas preces e suplicas, dizendo:

  1. Senhor, faça justiça aos seus escolhidos.

  1. Como batizados e enviados, fortaleça ó Pai, nossa missão junto aos mais necessitados de nossa Comunidade, rezemos ao Senhor.

  2. Pelo Sínodo para a Amazônia, para que seja sinal da presença de Jesus junto às comunidades, povos da floresta e sinal de nosso compromisso com uma ecologia integral, rezemos ao Senhor.

  3. Pela Igreja no Brasil, para que seja presença profética junto ao povo no campo e na cidade, sinal do Reino inaugurado por Jesus, rezemos ao Senhor.

  4. Pelo povo brasileiro, para que encontrem em nossas comunidades, o rosto fraterno de Jesus, rezemos ao Senhor.

  5. Por nossas comunidades, para que sigam o exemplo dos testemunhos da missão em nosso meio, e também realizem o seu trabalho missionário, rezemos ao Senhor.

PR.: Pai de misericórdia, acolhei as preces que dirigimos a vós e convertei-as em entusiasmo e ardor missionário por nossa Igreja e pelo Reino. Isto vos pedimos por Cristo, nosso Senhor. AS.: Amém.

LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS

Ani. Tendo participado da mesa da Palavra, participemos agora da mesa da Eucaristia, façamos nossa oferta material.

  1. CANTO DAS OFERTAS

  1. Muitos grãos de trigo se tornaram pão.

Hoje são teu Corpo, ceia   e comunhão.

Muitos  grãos de trigo se tornaram pão.

Toma, Senhor, nossa vida em ação,

para mudá-la em fruto e missão!

Toma, Senhor, nossa vida em ação,

para mudá-la em missão.

  1. Muitos cachos de uva se tornaram vinho.

Hoje são teu Sangue, força no caminho.

Muitos cachos de uva se tornaram vinho.

  1. Muitas são as vidas feitas vocação

hoje oferecidas em   consagração.

Muitas são as vidas feitas vocação.

  1. Vivemos o tempo comum, O Mês Missionário Extraordinário. Cristo renova a vida da Igreja com o envio do Espirito Santo. E a cada dia nos prepara para assumir a missão. Ele permanece no meio de nós através da Eucaristia, alimento da caminhada. Vamos acolher entre nós este Deus de libertação que se dá a nós em forma de alimento.

AS.: Vós sois o Caminho, a Verdade e a Vida, / O Pão da alegria, descido do céu!

  1. Nós somos caminheiros que marcham para o céu. / Jesus é o caminho que nos

conduz a Deus.

  1. O Pai enviou-nos o seu Filho unigênito para a nossa salvação. O Senhor esteja convosco.

  2. Ele está no meio de nós!

  3. Demos graças ao Senhor nosso Deus.

As. É nosso dever e nossa salvação.

  1. Nós vos damos graças, ó Deus da vida, porque neste tempo de missão inspirais com a força o Espirito Santo nosso agir cristão.

  2. Glória a vós, Senhor, graças e louvor.

  3. Na Força deste mesmo Espirito, abri nossos corações e nossa boca, para que saibamos acolher e proclamar a Palavra, conservada na Bíblia Sagrada e anunciada em cada celebração, e tenhamos coragem de assumir o seguimento a Jesus.

  4. Glória a vós, Senhor, graças e louvor.

  5. Nós vos damos graças, porque vós vos revelais na fragilidade deste pão, sinal sensível de vossa presença e sacramento de nossa comunhão fraterna, tornando-vos alimento que nos fortalece nas estradas da vida rumo ao céu.

  6. Glória a vós, Senhor, graças e louvor.

  7. Enviai sobre nós o vosso Espirito, apressai o tempo da vinda de vosso reino e recebei o louvor e todo o universo e de todas as pessoas que vos buscam.

  8. Glória a vós, Senhor, graças e louvor.

  9. RITO DE COMUNHÃO

PR.: Como Jesus nos ensinou, rezemos ao Pai com confiança:

AS.: Pai Nosso…

MESC: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

AS.: Senhor, eu não sou digno(a)…

  1. CANT0 DE COMUNHÃO

1)Vejam, eu andei pelas vilas,

apontei as saídas,

Como o Pai me pediu,

Portas, eu cheguei para abrí-las

Eu curei as feridas como nunca se viu

Por onde formos também nós,

Que brilhe a tua luz

Fala Senhor a nossa voz,

em nossa vida

Nosso caminho então conduz,

queremos ser assim

Que o Pão da Vida nos revigore

no nosso Sim!

2) Vejam, fiz de novo a leitura,

das raízes da vida

Que meu Pai vê melhor.

Luzes, acendi com brandura,

para ovelha perdida

Não medi meu suor.ref..

3) Vejam, procurei bem aqueles,

que ninguém procurava

E falei de meu Pai.

Pobres , a esperança que é deles,

eu não quis ser escravo

De um poder que retrai.ref…

4) Vejam, semeei consciência,

nos caminhos do povo

Pois o Pai quer assim

Tramas, enfrentei prepotência,

dos que temem o novo

Qual perigo sem fim .ref..

5) Vejam, eu quebrei as algemas,

levantei os caídos

Do meu Pai fui as mãos

Laços, recusei os esquemas,

eu não quero oprimidos /

Quero um povo de irmãos.ref..

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

PR.: Nutridos pelo sacramento da nossa redenção, nós vos pedimos, ó Deus, que

este remédio da salvação eterna faça crescer em nós a verdadeira fé. Por Cristo, nosso Senhor.

AS.: Amém.

  1. AVISOS

  1. BENÇÃO FINAL

  2. PR. O senhor nos abençoe e nos guarde!

ASS. Amém!

  1. O senhor faça brilhar sobre nós a sua face e nos seja favorável!

ASS. Amém!

  1. O senhor dirija para nós o seu rosto e nos dê a paz.

ASS. Amém!

  1. Que o Senhor confirme a obra de nossas mãos, agora e para sempre. Amém!

ASS. Amém!

  1. Abençoe-nos o Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo.

ASS. Amém!

  1. A alegria do Senhor seja nossa força vamos em paz e o Senhor nos acompanhe.

  2. CANTO FINAL

Ide pelo mundo, ide pelo mundo / e

anunciai, e anunciai, o Evangelho a

toda criatura.

  1. Eu vos envio, servidores do Reino, /

onde estiverdes eu convosco estarei. / Eu

vos envio, despojados de tudo, / só

levareis a bagagem do amor.

  1. Eu vos envio, promotores da paz, /

ministros sois da reconciliação. / Eu vos

envio, mensageiros alegres, / quem

encontrardes tratareis com amor.

  1. Eu vos envio, testemunhas da vida,

/clamor supremo, vocação universal. / Eu

dou a todos vida plena e fecunda, / sinais

de morte combatei, é o mal.

  1. Eu vos envio, construtores do amor, /

fazei irmãos, Deus é o Pai, proclamai. /

Cidade viva, um só povo formai, / um só

batismo, só um Senhor adorai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui