Roteiro e reflexão 5º Domingo do Tempo Comum

465

Por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

 

09 de fevereiro de 2020

Na entrada da Igreja todos são recebidos por uma pessoa que lhes coloca um pouco de sal na mão, ao lado uma outra pessoa com uma vela. Recebam as pessoas dizendo: “Vós sois o sal da terra e a luz do mundo”.

 

REFRÃO

Luz da Luz, infinito Sol! Luz da Luz, fogo abrasador!

Luz da Luz, Cristo Jesus Abrasai-nos no vosso amor!

Ani. Irmãos e irmãs, a liturgia deste domingo nos chama a uma importante reflexão. Seguir Jesus em nossa caminhada neste mundo, sendo sal e luz, sinal da presença do Ressuscitado em nosso meio. Sabemos das dificuldades que encontramos em nossa caminhada, mas, como os diversos mártires, homens e mulheres fieis ao Evangelho do Cristo, não podemos desanimar frente aos obstáculos. A Luz de Cristo que resplandece em nós e brilha em meio às trevas da morte, é sinal de vida para nossos irmãos e irmãs e para toda a criação. Neste nosso encontro com o Cristo, luz da luz, nos coloquemos a serviço da vida plena para todos e todas.

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ENTRADA

Eis-me aqui, Senhor! Eis-me, aqui, Senhor! /

Pra fazer tua vontade, pra viver no teu amor.

Pra fazer Tua Vontade, pra viver no Teu amor,

eis-me aqui, Senhor!

 

1)O Senhor é o pastor que me conduz,

por caminhos nunca visto me enviou

Sou chamado a ser fermento, sal e   luz,

e por isso respondi: aqui estou!

2) Ele pôs em minha boca uma canção,

me ungiu como profeta e trovador,

Da história e da vida do meu povo,

e por isso respondi: aqui estou!

3) Ponho a minha confiança no Senhor,

da esperança sou chamado a ser sinal,

Seu ouvido se inclinou ao meu clamor,

e por isso respondi: aqui estou!

  1. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO

PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

ASS: Amém

PR: A graça e a paz de Deus nosso Pai, o amor de Jesus Cristo e a comunhão com o Espírito Santo estejam sempre convosco

ASS: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

 

Quem preside faz a acolhida e em breves palavras introduz o sentido da celebração. Como a comunidade se torna luz neste mundo.

 

  1. ATO PENITENCIAL:
  2. Irmãos e Irmãs no dia em que celebramos a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, também nós somos convidados a morrer para o pecado e ressurgir para uma vida nova. Reconheçamo-nos necessitados da misericórdia do Pai e peçamos o perdão, para que sejamos luz onde estivermos. (silêncio)
  3. Confessemos os nossos pecados:

–   Senhor, que sois o caminho que nos leva ao Pai, tende piedade de nós,

Ass:   Senhor tende piedade de nós!

–   Cristo, que sois a verdade que ilumina os povos, tende piedade de nós.

Ass:    Senhor tende piedade de nós

–   Senhor, que sois a vida que renova o mundo, tende piedade de nós.

Ass:     Senhor, tende piedade de nós!

PR: Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

Ass: Amém.

 

  1. GLÓRIA
  2. Glória a Deus nos altos céus! Paz na terra a seus amados! A vós louvam,

rei celeste, os que foram libertados.

Ref.: Glória a Deus lá nos céus, e paz aos seus. Amém!

  1. Deus e Pai, nós vos louvamos, adoramos, bendizemos; damos glória ao vosso nome,

vossos dons agradecemos.

  1. Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai, vós, de Deus cordeiro santo, nossas culpas perdoai!
  2. Vós, que estais junto do Pai como nosso intercessor, acolhei nossos pedidos, atendei nosso clamor!
  3. Vós somente sois o santo, o altíssimo, o Senhor, com o Espírito Divino, de Deus Pai no esplendor!

 

5 ORAÇÃO DO DIA

PR.: OREMOS: Velai, ó Deus, sobre a vossa família, com incansável amor e, como só confiamos na vossa graça, guardai-nos sob a vossa proteção. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

  1. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA -Is 58,7-10

Da Profecia de Isaías

 

  1. SALMO – Sl 111,4-5.6-7.8a.9 (R.4b.3b)
  2. Uma luz brilha nas trevas para o justo, permanece para sempre o bem que fez.

 

  1. SEGUNDA LEITURA – 1Cor 2,1-5

Da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
  1. Aleluia, aleluia, aleluia.

Pois eu sou a Luz do mundo, quem nos diz é o

Senhor; e vai ter luz a Luz da Vida, quem se faz

meu seguidor.

  1. EVANGELHO – Mt 5,13-16

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

  1. HOMILIA\REFLEXÃO

A Realidade

Uma das características mais marcantes da nossa sociedade atual é o individualismo. A valorização da pessoa, cada qual ter sua opinião e ver respeitado seu jeito de ser, é o lado bom, mas isso passa facilmente para o lado mau, o individualismo, cada qual pensar só em si e nos seus interesses.

Até na prática religiosa é forte a tendência ao individualismo. O lema das antigas Missões “Salva a Tua Alma” ainda se pode ler em algum cruzeiro. Ficava a impressão de que o objetivo da vida cristã era o indivíduo escapar do inferno e nada mais.

A Palavra

Depois do exílio da Babilônia o povo que retornara a Judá tentava se reorganizar. Alguns insistiam nas devoções, no culto, nos jejuns e coisas semelhantes. O texto do livro de Isaías escolhido para a Primeira leitura é dessa época e fala, então, do jejum que agrada a Deus e faz da pessoa uma luz para os outros.

No Salmo cantamos que é uma luz aquele que tem o temor de Deus, é fiel à sua lei, isto é, sabe respeitar o mais fraco.

No Evangelho, tendo visto a multidão sofredora, Jesus instrui os discípulos. Ninguém segue Jesus para salvar a própria pele. O discípulo existe para salvar a humanidade. É sal que conserva, é luz que mostra o caminho. Sal para a terra, luz para o mundo, não para si mesmo.

O sal conserva e a luz ilumina. As duas ações se completam: não deixar que a terra se corrompa, como o peixe ou a carne sem o sal, e iluminar, sem medo, os caminhos do mundo.

O sal que perde a força de impedir a corrupção e a luz apagada ou dentro de uma vasilha, de medo do vento, para nada servem. A luz, porém, deve iluminar não o discípulo, fazendo dele uma estrela, deve mostrar a vontade do Pai, para que o mundo a realize e todos o glorifiquem.

O Mistério

O espetáculo que celebramos na Eucaristia é o do grande fracasso da cruz. Seria apenas mais um inimigo do poder pendurado pelos braços numa estaca. A morte de mais um condenado pelo Império poderia passar despercebida como tantas outras, mas foi assumida livremente em favor da humanidade corrompida e perdida, e tornou-se sal e luz para o mundo, para a terra inteira.

Eis o cordeiro que tira o pecado do mundo. Só morte que o Corpo e Sangue separados significam será capaz de tirar do mundo a corrupção e as trevas.

Padre José Luiz Gonzaga do Prado

  1. PROFISSÃO DE FÉ
  2. PRECES DA ASSEMBLÉIA
  3. Jesus Cristo é a luz da vida. Peçamos a Deus, fonte da vida, que nos dê a força necessária para seguir a Jesus e sermos sal e luz em nossa caminhada diária. Rezemos Juntos:
  4. Senhor, atendei a nossa prece!
  5. Pela Igreja de Cristo, para que seja presença solidária junto aos sofredores deste mundo, animando a esperança de um novo céu e uma nova terra. rezemos:
  6. Pelo Papa Francisco, nossos Bispos, Padres, Religiosos e Religiosas, lideranças leigas, que sua dedicação ao Evangelho de Cristo sejam sinais da reconciliação do mundo com o Projeto do Reino. rezemos:
  7. Por cada um de nós, que a luz do Cristo que recebemos no Batismo, brilhe em nossa vida e chegue aos nossos irmãos e irmãs, como sinal de nosso compromisso em defesa da vida. rezemos.
  8. Por todos e todas que doaram e continuam doando sua vida por causa do Evangelho, que sua vida doada nos anime em nossa caminhada. rezemos.

PR.: Ouvi, ó Deus, com bondade as orações da Vossa Igreja e, mantendo-nos em comunhão convosco, alcancemos Vossas graças e bênçãos. Por Cristo, nosso Senhor.

AS.: Amém.

LOUVOR E AÇÃO DE GRAÇAS

Ani. Tendo participado da mesa da Palavra, participemos agora da mesa da Eucaristia, façamos nossa oferta material.

 

  1. CANTO DAS OFERTAS

Sabes, senhor / O que temos é tão pouco pra dar / Mas esse pouco, nós queremos/ Com os irmãos compartilhar

Queremos nesta hora, diante dos irmãos / Comprometer a vida, buscando a união

Sabemos que é difícil, os bens compartilhar / Mas com a tua graça, senhor, queremos dar

Olhando o teu exemplo, senhor, vamos seguir / Fazendo o bem a todos, sem nada exigir

  1. LOUVAÇÃO E AÇÃO DE GRAÇAS

Enquanto o Ministro da Sagrada Comunhão traz o Pão consagrado e coloca sobre o altar, pode se entoado um canto de louvação

Em seguida o Presidente continua..

  1. O Senhor esteja com vocês.
  2. Ele está no meio de nós!
  3. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
  4. É nosso dever e nossa salvação!
  5. Nós te damos graças, ó Deus da vida, porque neste santo dia de domingo nos acolhes na comunhão do teu amor e renovas nossos corações com a alegria da ressurreição de Jesus. Ele é a luz que nos faz caminhar neste mundo, dando o tempero que gera vida nova..
  6. Glória a ti, Senhor, toda graça e louvor! (bis)

 

  1. A Criação inteira te bendiz pela ressurreição de Jesus que renova todas as coisas. Nele se renova a esperança de que a morte será vencida e de que o teu reino vai chegar em nossa terra. Por nossa ação cotidiana o Reino se faz presente, pois queremos ser instrumentos Teus para gerar vida junto aos nossos irmãos e irmãs.
  2. Glória a ti, Senhor, toda graça e louvor! (bis)

 

  1. Por este sinal do Corpo do teu Filho, expressamos nosso desejo de ser sal da terra e luz do mundo, atendo com mais fidelidade ao chamado para a missão que nos confiastes e invocamos sobre nós o teu Espírito. Apressa o tempo da vinda do teu reino e recebe o louvor de todo o universo e de todas as pessoas que te buscam.
  2. Glória a ti, Senhor, toda graça e louvor! (bis)

 

  1. Ó Senhor, olha com bondade e misericórdia a Igreja de Jesus Cristo, ajudai o Santo Padre o Papa N, o nosso Bispo N, os outros Bispos e servidores do Reino. Protege a nossa Diocese, Paróquia e Comunidades, daí força ao nosso Pároco N, e a todos os animadores das comunidades, pastorais, movimentos e serviços.
  2. Glória a ti, Senhor, toda graça e louvor! (bis)

 

  1. Toda a nossa Louvação hoje chegue a Ti, em nome de Jesus, por quem oramos com as palavras que ele no ensinou:

Pai nosso…

AS.: Pai Nosso…

  1. RITO DE COMUNHÃO

MESC: Irmãos e irmãs, participemos da comunhão do Corpo do Senhor em profunda unidade com nossos irmãos que, neste dia, tomam parte da celebração eucarística, memorial vivo da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. O Corpo de cristo será nosso alimento e vai nos fortalecer em nossa missão de sermos sal da terra e luz do mundo.

MESC: Felizes os convidados para a ceia do Senhor. Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.!

AS.: Senhor, eu não sou digno(a)…

  1. CANT0 DE COMUNHÃO

Vejam: Eu andei pelas vilas, apontei as saídas como o Pai me pediu /Portas eu cheguei para abri-las, eu curei as feridas como nunca se viu

Por onde formos também nós que brilhe a tua luz

Fala, Senhor, na nossa voz, em nossa vida

Nosso caminho então conduz, queremos ser assim

Que o pão da vida nos revigore em nosso sim

Vejam: Fiz de novo a leitura das raízes da vida que meu Pai vê melhor / Luzes acendi com brandura, para a ovelha perdida não medi meu suor

Vejam: Procurei bem aqueles que ninguém procurava e falei de meu Pai / Pobres, a esperança que é deles eu não quis ser escravo de um poder que retrai

Vejam: Semeei consciência nos caminhos do povo, pois o Pai quer assim / Tramas, enfrentei prepotência dos que temem o novo, qual perigo sem fim

Vejam: Eu quebrei as algemas, levantei os caídos, do meu Pai fui as mãos / Laços, recusei os esquemas, Eu não quero oprimidos, quero um povo de irmãos

Vejam: Procurei ser bem claro; o meu reino é diverso, não precisa de Rei / Tronos, outro jeito mais raro de juntar os dispersos o meu Pai tem por lei

Vejam: Do meu Pai a vontade eu cumpri passo a passo, foi pra isso que eu vim / Dores, enfrentei a maldade, mesmo frente ao fracasso eu mantive meu sim

Vejam, fui além das fronteiras, espalhei boa-nova: Todos filhos de Deus / Vida, não se deixe nas beiras, quem quiser maior prova venha ser um dos meus

 

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

PR.: OREMOS: Ó Deus, vós quisestes que participássemos do mesmo pão e do mesmo cálice; fazei-nos viver de tal modo unidos em Cristo, que tenhamos a alegria de produzir muitos frutos para a salvação do mundo. Por Cristo, nosso Senhor.

  1. Amém.
  1. AVISOS
  1. BENÇÃO FINAL
  2. O Senhor esteja convosco.
  3. Ele está no meio de nós.
  4. Concedei, ó Deus, aos vossos filhos e filhas, vossa assistência e vossa graça: dai-lhes saúde de alma e corpo, fazei que se amem como irmãos e estejam sempre a vosso serviço. Por Cristo, nosso Senhor.
  5. Amém.
  6. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho = e Espírito Santo.
  7. Amém.
  8. Glorificai o Senhor com vossa vida; ide em paz e o Senhor vos acompanhe.
  9. Graças a Deus.
  1. CANTO FINAL

Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor!

Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu Amor

Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu amor

Eis-me aqui, Senhor!

  1. O Senhor é o Pastor que me conduz

Por caminhos nunca vistos me enviou

Sou chamado a ser fermento, sal e luz

E por isso respondi: aqui estou!

 

  1. Ele pôs em minha boca uma canção

Me ungiu como profeta e trovador

Da história e da vida do meu povo

E por isso respondi: aqui estou!

 

  1. Ponho a minha confiança no Senhor

Da esperança sou chamado a ser sinal

Seu ouvido se inclinou ao meu clamor

E por isso respondi: aqui estou!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui