Roteiro e reflexão 3º Domingo do Advento

269

Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

 

TEMPO DO ADVENTO

3º DOMINGO – 13 de dezembro de 2020 – Ano B

 

  1. REFRÃO MEDITATIVO

Ouve-se na terra um grito do povo um grande clamor

Senhor, abre os céus que as nuvens chovam o salvador.

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ABERTURA
  2. Senhor, vem salvar Teu povo / Das

trevas da escravidão / Só Tu és nossa

esperança / És nossa libertação!

Vem, Senhor / Vem nos salvar /Com

Teu povo / Vem caminhar! (2x)

  1. Contigo o deserto é fértil / A terra se

abre em flor /Da rocha brota água viva

/ Da terra nasce esplendor!

  1. Tu marchas à nossa frente / És força,

caminho e luz / Vem logo salvar Teu

povo / Não tardes, Senhor Jesus!

  1. SAUDAÇÃO

Pres. Iniciemos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  1. Amém

Pres. Que a graça e a paz de Deus, rico em misericórdia, o amor de Cristo, Senhor do Universo, e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

O presidente recorda que o Advento é tempo de esperança, mas também é de alegria. Lembrar o que em nossa comunidade é motivo de esperança para o povo. Mesmo diante dos desafios do tempo atual, o que fazemos para fortalecer a esperança e cuidar da vida?

  1. RITO DA COROA DO ADVENTO

ANIM: Hoje acendemos a terceira vela da coroa do advento: a rosa. A cor rosa indica justamente o Domingo da Alegria. Nosso coração transborda de alegria pela proximidade da chegada do Senhor.

Esta vela lembra ainda a alegria celebrada pelo rei Davi e sua promessa que, agora, está se cumprindo em Maria.

CANTO:

A terceira vela hoje acendemos/ E cantamos: “Alegrai-vos no Senhor!” / No deserto, uma voz escutemos: / Praticai a justiça e o amor!

Refrão: Meus irmãos, penitência e oração / Arrumemos nossa casa co’alegria! / Logo a ela, o Senhor vai chegar pelo ventre imaculado de Maria. durante o canto uma pessoa acende a vela do dia

Pres. Oremos: Ao acendermos esta vela, concedei-nos, ó Deus todo poderoso, que desponte em nossos corações o esplendor da vossa Glória, para que, vencidas as trevas do pecado, a vinda do vosso Unigênito revele que somos filhos da luz. Por Cristo,

nosso Senhor

  1. Amém!

 

  1. ATO PENITENCIAL

Pres. Neste dia em que celebramos a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte peçamos perdão pelas vezes que não fomos profetas anunciadores da alegria que é Jesus Cristo. silêncio….

Pres. Senhor, que vindes visitar vosso povo na paz, tende piedade de nós.

AS: Senhor, tende piedade de nós.

Pres. Cristo, que vindes salvar o que estava perdido, tende piedade de nós.

AS: Cristo, tende piedade de nós.

Pres. Senhor, que vindes criar um mundo novo, tende piedade de nós.

AS: Senhor, tende piedade de nós.

Pres. Deus, cheio de amor e bondade, tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

  1. Amém.
  1. ORAÇÃO DO DIA

Pres. Oremos (silêncio): Ó Deus de bondade, que vedes o vosso povo esperando fervoroso o natal do Senhor, dai chegarmos às alegrias da Salvação e celebrá-las sempre com intenso júbilo na solene liturgia.  Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA – Is 61,1-2a.10-11

Da profecia de Isaías

  1. SALMO – (Lc 1)

Refrão: A minh’alma se alegra no meu Deus.

  1. SEGUNDA LEITURA – 1Ts 5,16-24)

Leitor(a) Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Aleluia, Aleluia, Aleluia!

O Espírito do Senhor / sobre mim fez a sua unção, / enviou-me aos empobrecidos / a fazer feliz proclamação.

  1. EVANGELHO – Jo 1,6-8.19-28

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de João

  1. HOMILIA

A pessoa e a missão de Jesus é que definiram a identidade de João Batista. Este fora enviado por Deus para ser testemunho da luz. Mediante sua pregação, muitas pessoas teriam a chance de chegar à fé e serem iluminadas pela luz, que é Jesus. A atividade de João preparava a chegada de Jesus, predispondo as pessoas para recebê-lo.

O pressuposto de seu ministério era que a humanidade estava mergulhada nas trevas e, por isso, vagava errante pelo caminho do pecado e da injustiça. Se não lhes fosse oferecida uma luz, não teriam condições de superar esta situação. Entretanto, o Pai decidira resgatar o ser humano para a vida. E o fez, por meio de seu Filho Jesus, cujo ministério consistiria em ser luz para o ser humano, mostrando-lhe o caminho para o Pai.
João Batista compreendeu este projeto de Deus e se colocou a serviço dele.

Sua condição de servidor do Messias estava arraigada em sua consciência. Não cedeu à tentação de pensar de si mesmo, além do que correspondia ao plano de Deus. Não lhe cabia nenhuma das identificações do Messias, em voga na teologia popular. Ele não era nem o Messias, nem Elias, nem algum dos profetas. Era, simplesmente, um servo de Deus e do seu Messias. Este título era suficiente para defini-lo. Tudo o mais não passava de especulação.

Fonte: https://domtotal.com/religiao-evangelho-dia.php?data=2020-12-13

  1. CREIO
  1. PRECES DA COMUNIDADE

Pres. Irmãos e irmãs, na alegria do encontro com o Cristo que vem, elevemos, no Espírito, nossas preces a Deus, oremos:

  1. Vem, Senhor, vem, Senhor, vem libertar o teu povo!

1)  Pela Igreja, povo de Deus em ação, para que possamos acolher com solidariedade os clamores do povo e sermos promotores da esperança e da vida. Peçamos com fé:

2) Pelo Papa Francisco, que seu ministério nos anime e fortaleça nossa fé no Cristo que vem. Peçamos com fé:

3) Por nossas famílias, para que sejam fonte de vida  e solidariedade, e que encontrem no Cristo o modelo a seguir. Peçamos com fé:

4) Senhor, fortalecei em nossas comunidades, movimentos, serviços e pastorais, o trabalho pela defesa da vida. Peçamos com fé.

Pres. Tudo isso vos pedimos, ó Pai, por Cristo, nosso Senhor.

  1. Amém.

É o momento de trazer nossa oferta material para a manutenção das atividades de nossa comunidade

  1. CANTO DAS OFERTAS

A nossa oferta apresentamos no

altar / e te pedimos: vem, Senhor,

nos libertar!

  1. A chuva molhou a terra, o homem

plantou um grão. A planta deu flor e

frutos, do trigo se fez o pão.

  1. O homem plantou videiras,

cercou-as com seu carinho. Da vinha brotou

a uva, da uva se fez o vinho.

  1. Os frutos da nossa terra e as lutas

dos filhos teus, serão, pela tua graça,

pão vivo que vem dos céus.

  1. Recebe, Pai, nossas vidas, unidas

ao pão e vinho, e vem conduzir teu

povo, guiando-o no teu caminho.

AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Trazendo o pão consagrado à mesa, demos graças a Deus pela salvação operada através de seu Filho, presente no meio de nós. O Ministro deposita sobre o altar a Eucaristia enquanto a comunidade canta:

Pres. O Pai enviou-nos o seu Filho Unigênito para a nossa salvação.

Pres. O Senhor esteja com vocês.

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

  1. É nosso dever e nossa salvação!

 

  1. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. É muito bom vos louvar, ó Deus bondoso e fiel! Desde o começo do mundo, fostes para nossos antigos pais e mães na fé um Deus santo e amigo! Por meio dos Profetas, falastes ao povo da primeira aliança e tuas palavras se cumpriram em Jesus teu filho amado, a quem esperamos.

  1. Vem, vem, Senhor Jesus, vem! Vem, vem amado Senhor!

Pres. João Batista, lá no deserto, apontou para nós o Messias e deu testemunho de sua luz. Maria, recebendo o anúncio do anjo, ficou grávida do Verbo. E tuas promessas se cumpriram na plenitude dos tempos pela vinda de Jesus Cristo, nosso Salvador!

  1. Vem, vem, Senhor Jesus, vem! Vem, vem amado Senhor!

Pres. Hoje, teu povo reunido em louvação é sinal de que teu reino está chegando. Acolhe nosso desejo de sermos unidos em Jesus Cristo e de vermos brilhar em nossa humanidade o esplendor da sua luz.

  1. Vem, vem, Senhor Jesus, vem! Vem, vem amado Senhor!

Pres. Reunidos em louvação, nós vos damos graças pela preparação deste Natal, sinal do vosso Reino realizado em Jesus, que fará brilhar vossa luz para a humanidade.

  1. Vem, vem, Senhor Jesus, vem! Vem, vem amado Senhor!

Pres. Apressa o tempo da vinda do teu reino. Recebe o louvor de todo o universo e a prece que elevamos a ti com as palavras que o Cristo nos ensinou.

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

  1. RITO DA COMUNHÃO

Pres. Relembrando de Jesus que, muitas vezes, reuniu-se com os seus para comer e beber, revelando que o teu reino havia chegado, nós também nos alegramos com Ele nesta mesa. E tomando o pão consagrado, acrescenta:

Assim disse Jesus: “Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e comerei com ele e ele comigo”. (Ap 3,20)

  1. Senhor, eu não sou digno …

20.. CANTO DE COMUNHÃO

  1. Caminhemos, alma em festa,

ao encontro do Senhor!

É Jesus que está chegando,

é Natal no coração.

Vamos, pois, com alegria,

é o Advento do Senhor:

para nós, na Eucaristia,

o Natal se adiantou.

  1. Caminhemos, alma em festa,

ao encontro do Senhor!

Comunhão é unidade,

e unidade é comunhão.

  1. Caminhemos, alma em festa,

ao encontro do Senhor!

Comunhão é aliança

renovada com amor.

  1. Caminhemos, alma em festa,

ao encontro do Senhor!

Comunhão é vida nova,

renovados estamos nós.

  1. Caminhemos, alma em festa,

ao encontro do Senhor!

Comunhão é compromisso,

fiéis seremos por amor

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

Pres. Imploramos, ó Pai, vossa clemência para que estes sacramentos nos purifiquem dos pecados e nos preparem para as festas que se aproximam. Por Cristo, nosso Senhor.  T. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS
  2. BENÇÃO

Pres. Que o Deus onipotente e misericordioso vos ilumine com o advento do seu Filho, em cuja vinda credes e cuja volta esperais, e derrame sobre vós as suas bênçãos.

Pres. Que durante esta vida ele vos torne firmes na fé, alegres na esperança, solícitos na caridade.

Pres. Alegrando-vos agora pela vinda do salvador feito homem, sejais recompensados com a vida eterna, quando vier de novo em sua glória.

Pres. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai e Filho † e Espírito Santo.

  1. Amém!
  1. CANTO FINAL

Da cepa brotou a rama

Da rama brotou a flor

Da flor nasceu Maria

De Maria o Salvador

O Espírito de Deus sobre ele pousará

De saber, de entendimento este espírito será

De conselho e fortaleza, de ciência e de temor

Achará sua alegria no temor do seu senhor

 

Não Será pela ilusão do olhar, do ouvir falar

Que ele irá julgar os homens, como é praxe acontecer

Mas os pobres desta terra com justiça julgará

E dos fracos o direito ele é quem defenderá

 

A palavra de sua boca ferirá o violento

E o sopro de seus lábios matará o avarento

A justiça é o cinto que circunda a sua cintura

E o manto da lealdade é a sua vestidura

 

  1. Neste dia, neste dia, o incrível, verdadeiro

Coisa que nunca se viu, morar lobo com cordeiro

A comer do mesmo pasto, tigre, boi, burro e leão

Por um menino guiados, se confraternizarão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui