Roteiro e reflexão 22º Domingo do Tempo Comum

455

Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

 

22º DOMINGO – 30 de agosto de 2020 – Ano A

CHEGADA

  1. Refrão meditativo

Tua palavra é lâmpada para meus pés, Senhor.

/: Lâmpada para meus pés e luz, luz para meu caminho. :/ (bis)

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ABERTURA

Refrão: Senhor se Tu me chamas, eu quero te ouvir. /Se queres que eu te siga, respondo: eis-me aqui.

  1. Profetas te ouviram e seguiram tua voz;/ andaram mundo afora e pregaram sem temor. / Seus passos Tu firmaste sustentando seu vigor. /Profeta Tu me chamas: vê Senhor, aqui estou.
  2. Nos passos de teu Filho, toda a Igreja também vai/ seguindo teu chamado de ser santa qual Jesus. / Apóstolos e mártires se deram sem medir. /Apóstolo me chamas: vê, Senhor, aqui estou.
  3. Os séculos passaram, não passou, porém, tua voz, /que chama ainda hoje, que convida a te seguir. /Há homens e mulheres que te amam mais que a si, /e dizem com firmeza: vê, Senhor, estou aqui.

 

  1. SAUDAÇÃO

Pres. Iniciemos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  1. Amém

Pres. O Senhor, que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo, estejam convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

O(a) animador(a), com breves palavras, acolhe as pessoas, introduz o sentido do domingo. Hoje é dedicado aos Catequistas de nossas comunidades. Eles assumem a vocação de evangelizar por suas palavras, gestos, criatividades e testemunhos o encontro com o Senhor. Como nossas comunidades estão desenvolvendo este importante ministério?

  1. ATO PENITENCIAL

Pres. No dia em que celebramos a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, também nós somos convidados a morrer para o pecado e ressurgir para uma vida nova. Reconheçamos nossos pecados e, arrependidos, peçamos perdão a Deus, cantando:

  1. Senhor, tende piedade dos corações arrependidos.

Refrão: tende piedade de nós, tende piedade de nós! (bis)

2.Jesus, tende piedade dos pecadores, tão humilhados!

  1. Senhor, tende piedade intercedendo por nós ao Pai

Pres: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

  1. Amém.

 

  1. GLÓRIA
  2. Glória a Deus nos altos céus! / Paz na terra a seus amados! / A vós louvam, Rei

Celeste, / os que foram libertados.

Refrão: Glória a Deus, lá nos céus, / e paz aos seus. Amém!

  1. Deus e Pai, nós vos louvamos, / adoramos, bendizemos; / damos glória ao vosso nome, / vossos dons agradecemos.
  2. Senhor nosso, Jesus Cristo, / Unigênito do Pai, / Vós, de Deus Cordeiro Santo, /

nossas culpas perdoai! /

4.Vós que estais junto do Pai/ como nosso intercessor, / acolhei nossos pedidos, / atendei nosso clamor!

  1. Vós somente sois o Santo, / o Altíssimo, o Senhor, / com o Espírito Divino, / de Deus Pai no esplendor.
  2. ORAÇÃO DO DIA

Pres. Oremos (silêncio): Deus do universo, fonte de todo bem, derramai em nossos corações o vosso amor e estreitai os laços que nos unem convosco para alimentar em nós o que é bom e guardar com solicitude o que nos destes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA – Jr 20, 7-9

Da profecia de Jeremias

  1. SALMO – Sl 62

Refrão: A Minh’ alma tem sede de vós / Como a terra sedenta, ó meu Deus!

  1. SEGUNDA LEITURA – Rm 12, 1-2

Da Carta de São Paulo aos Romanos.

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Refrão: Aleluia, Aleluia, Aleluia! (Bis)

  1. Que o Pai do Senhor Jesus Cristo / Nos dê do saber o espírito, / Conheçamos, assim, a esperança / à qual nos chamou, como herança!
  2. EVANGELHO – Mt 16, 21-27

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de Mateus

  1. HOMILIA

APRENDER A PERDER

José Antonio Pagola

A expressão está referida em todos os evangelhos e repete-se até seis vezes: “Se alguém quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas quem a perder por mim, encontrá-la-á”. Jesus não está a falar de um tema religioso. Está a expor aos Seus discípulos qual é o verdadeiro valor da vida.

A expressão está referida de forma paradoxal e provocadora. Há duas formas muito diferentes de orientar a vida: uma conduz à salvação, a outra à perdição. Jesus convida todos a seguir o caminho que parece mais duro e menos atrativo, pois conduz o ser humano à salvação definitiva.

O primeiro caminho consiste em aferrar-se à vida, vivendo exclusivamente para o próprio: fazer do próprio “eu” a razão última e o objetivo supremo da existência. Este modo de viver, procurando sempre a própria ganância ou ventagem, conduz o ser humano à perdição.

O segundo caminho consiste em saber perder, vivendo como Jesus, abertos ao objetivo último do projeto humanizador do Pai: saber renunciar à própria segurança ou lucro, procurando não só o próprio bem mas também o bem de todos. Este modo generoso de viver conduz o ser humano à sua salvação.

Jesus fala da fé num Deus Salvador, mas as Suas palavras são uma grave advertência para todos. Que futuro espera a uma Humanidade dividida e fragmentada, onde os poderes económicos procuram o seu próprio benefício; os países, o seu próprio bem-estar; os indivíduos, o seu próprio interesse?

A lógica que dirige nestes momentos a marcha do mundo é irracional. Os povos e os indivíduos, estamos a cair pouco a pouco na escravidão do “ter sempre mais”. Tudo é pouco para nos sentirmos satisfeitos. Para viver bem, necessitamos sempre mais produtividade, mais consumo, mais bem-estar material, mais poder sobre os outros.

Procuramos insaciavelmente o bem-estar, mas não nos estamos a desumanizar sempre um pouco mais? Queremos “progredir” cada vez mais, mas, que progresso é este que nos leva a abandonar milhões de seres humanos na miséria, a fome e a desnutrição? Quantos anos poderemos disfrutar do nosso bem-estar, fechando as nossas fronteiras aos esfomeados?

Se os países privilegiados só procuram “salvar” o nosso nível de bem-estar, se não queremos perder o nosso potencial económico, jamais daremos passos para uma solidariedade a nível mundial. Mas não nos enganemos. O mundo será cada vez mais inseguro e mais inabitável para todos, também para nós. Para salvar a vida humana no mundo, temos de aprender a perder.

 

  1. CREIO
  1. PRECES DA COMUNIDADE

Pres. Irmãos e irmãs, elevemos confiantes os nossos pedidos e orações ao Pai por meio de Jesus Cristo. Peçamos com fé:

  1. Atendei-nos, Senhor!

1)  Pelo Papa Francisco, que seu ministério inspire nossas comunidades, a fim de que sejamos bons catequistas e evangelizadores, peçamos com fé:

2) Pelos catequistas de nossas comunidades, que sua dedicação ao trabalho de evangelização inspire nossas crianças, adolescentes, jovens e adultos, no caminho do Evangelho, peçamos com fé:

3) Por cada um de nós, para que a participação nesta liturgia, seja semente de novos operários para a messe de nosso Deus, peçamos com fé:

4) Por todos que estão ao lado dos que buscam a terra, o teto e o trabalho, fontes de dignidade e sustento de suas famílias, a fim de que alcancemos a promoção da justiça em nosso mundo peçamos com fé:

5) Por nosso país, para que possamos vivenciar novos tempos de solidariedade e cumprimento da justiça, a fim de que tenhamos um novo tempo de paz e tolerância, peçamos com fé:

Pres. Acolhei, Pai bondoso, as preces que Vos apresentamos. Por Cristo, nosso Senhor.

  1. Amém.

É o momento de trazer nossa oferta material para a manutenção das atividades de nossa comunidade

  1. CANTO DAS OFERTAS
  2. Os dons que trago aqui, são o que fiz, o que vivi. O pão que ofertarei,

pouco depois comungarei. Assim tudo o que é meu, sinto também que é de Deus.

Esforço, trabalhos e sonhos, o amor concreto e feliz deste dia.          

Por cristo, com cristo e em cristo, Tudo ofertamos ó Pai na alegria.

  1. Jesus nos quis chamar para o seguir e ajudar. E aqui nos vai dizer como servir e oferecer. Deus pôs nas minhas mãos para eu partir com meus irmãos.

AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Irmãos, agradecidos, elevemos nossos louvores ao Pai. Demos graças a Deus que, pela Palavra que ouvimos, assumimos com generosidade o trabalho na Evangelização. Ele nos oferece a cada domingo os ensinamentos de seu Filho, o mediador que nos convida a seguirmos firmes no caminho da salvação.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. O Senhor esteja com vocês.

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

  1. É nosso dever e nossa salvação!
  2. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Nós vos damos graças, ó Pai, por todas as pessoas, que em resposta ao seu chamado, se dedicam à tarefa de promoção da catequese em nossas comunidades. Rendemos graças a Vós, por todos que neste tempo de missão, inspirais com a força do Espírito Santo o seu agir cristão junto aos desafios deste mundo.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Esta comunidade aqui reunida te Louva ó Pai por tudo o que temos e pelos dons da criação que nos ofereceis generosamente. Abri nossos corações e nossa boca, para que saibamos acolher e proclamar a Palavra, conservada na Bíblia Sagrada e anunciada em cada celebração, e tenhamos coragem de assumir o seguimento a Jesus.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Nós Te bendizemos pelo Reino dos céus que estabeleceste no coração do nosso mundo representado pelas famílias de nossa Comunidade e por todas as famílias. Ajudai-nos a nos abrir às necessidades dos irmãos e irmãs. Que sejamos reveladores da graça de Deus que habita em nós para a vida do mundo.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Na esperança de vermos reinar em nossa humanidade a comunhão da santa Trindade, aceitai, Deus de amor, os louvores que hoje Vos oferecemos. Que eles nos levem à plenitude dessa liturgia por Vossa bondade e misericórdia. Assim, unimos a nossa prece à prece de Jesus, rezando como ele nos ensinou:

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

  1. RITO DA COMUNHÃO

Pres. Relembrando de Jesus que, muitas vezes, reuniu-se com os seus para comer e beber, revelando que o teu reino havia chegado, nós também nos alegramos com Ele nesta mesa. E tomando o pão consagrado, acrescenta:

Quem vem a mim nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede.

Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo!

  1. Senhor, eu não sou digno …

20.. CANTO DE COMUNHÃO

1- Tu,  te abeiraste da praia, não buscaste

nem sábios nem ricos.

Somente queres    que eu te siga.

 

Senhor, Tu me olhaste nos olhos,

a sorrir, pronunciaste meu nome,                              

lá na   praia,  eu larguei o meu barco,

junto a Ti, buscarei outro mar.

 

2- Tu, sabes bem que em meu barco,

eu não tenho nem ouro e nem espadas,

somente redes  e o meu trabalho.ref…

 

3- Tu, minhas mãos solicitas,

meu cansaço que a outros descanse,

amor que almejas, seguir te amando.ref…

 

4- Tu, pescador de outros lagos,

Ânsia eterna de almas que esperam,

Bondoso amigo que assim me chamas.ref…

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

Pres. Restaurados à vossa mesa pelo Pão da vida, nós vos pedimos, ó Deus, que este alimento da caridade fortifique os nossos corações e nos leve a vos servir em nossos irmãos e irmãs. Por Cristo, nosso Senhor. T. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS
  2. BENÇÃO E ENVIO

Catequista: Jesus nos envia do mesmo modo como foi enviado pelo Pai. Antes de voltarmos para nossas casas, convidamos cada um a se comprometer como catequista, evangelizador e evangelizadora em nossa comunidade.

Pres. Você aceita tornar-se um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo comprometendo-se a viver e trabalhar na construção do Reino, acolhendo a Palavra de Deus e fazendo-a ecoar e repercutir na vida da comunidade? (DNC 255b-h)

Todos (as): Sim, aceito.

Pres. Você aceita engajar-se na comunidade eclesial e assumir a consciência de que é em nome da Igreja que transmite o Evangelho? (DNC 255e)

Todos(as): Sim, aceito.

Pres. Você aceita se comprometer em sua ação evangelizadora, superando a improvisação e a simples boa vontade, aprimorando seus conhecimentos através da participação das reuniões paroquiais, dos Encontros de Formação e dias de Retiros? (DNC 270)

Todos (as): Sim, aceito.

Pres. O Senhor Deus vos ajude com sua graça a colocar em prática este compromisso, tornando-vos homens e mulheres comprometidos com a Palavra de Deus, e testemunhando-a em vossa missão.

Em nome da Trindade Santa que hoje nos envia como missionários, ide e anunciai a todos que o Senhor Jesus Cristo nos concede vida nova com a sua ressurreição.

Todos (as): Demos graças a Deus.

  1. CANTO FINAL

1) Antes que te formasses dentro do ventre de tua mãe

Antes que tu nascestes, te conhecia e te consagrei

Para se meu profeta entre as nações eu te escolhi

Irás onde enviar-te e o que eu mando proclamarás

 

Tenho que gritar, tenho que arriscar,

ai de mim se não o faço.

Como escapar de ti? Como calar,

se tua voz arde em meu peito?

Tenho que andar, tenho que lutar,

ai de mim se não o faço.

Como escapar de ti, como calar,

se Tua voz arde em meu peito?

 

2) Não temas arriscar-te porque contigo eu estarei

Não temas anunciar-me, em tua boca eu falarei

Entrego-te meu povo, vai arrancar e derrubar

Para edificares, destruirás e  plantarás.ref…

 

3) Deixa os teus irmãos, deixa o teu pai e tua mãe

Deixa a tua casa, porque a terra gritando está.

Nada tragas contigo, pois a teu lado Eu estarei

É hora de lutar porque meu povo sofrendo está.ref…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui