Roteiro e reflexão 18º Domingo do Tempo Comum

421

Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

 

18º DOMINGO – 02 de agosto de 2020 – Ano A

CHEGADA

  1. Refrão meditativo

Quem nos separará?

Quem vai nos separar?

Do amor de cristo

Quem nos separará?

Se ele é por nós

Quem será, quem será contra nós?

Quem vai nos separar do amor de Cristo?

Quem será?

 

RITOS INICIAIS

 

  1. CANTO DE ABERTURA

Eis-me aqui, Senhor! Eis-me aqui, Senhor!

Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu Amor

Pra fazer Tua Vontade, pra viver do Teu amor

Eis-me aqui, Senhor!

 

O Senhor é o Pastor que me conduz

Por caminhos nunca vistos me enviou

Sou chamado a ser fermento, sal e luz

E por isso respondi: aqui estou!

 

Ele pôs em minha boca uma canção

Me ungiu como profeta e trovador

Da história e da vida do meu povo

E por isso respondi: aqui estou!

 

Ponho a minha confiança no Senhor

Da esperança sou chamado a ser sinal

Seu ouvido se inclinou ao meu clamor

E por isso respondi: aqui estou!

 

  1. SAUDAÇÃO

Pres. Iniciemos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  1. Amém

Pres. O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

 

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

O(a) animador(a), com breves palavras, acolhe as pessoas, introduz o sentido do domingo e convida a assembleia a lembrar de nosso compromisso com a liberdade e a vida do povo, diante de tanta adversidade, discriminação, cultura de morte, como nos lembram as leituras de hoje. Somos chamados a ser testemunhas do Reino. Iniciando também o Mês das Vocações, vamos lembrar dos ministros ordenados de nossa Igreja.

 

  1. ATO PENITENCIAL

Pres. Para celebrarmos dignamente, é preciso arrependimento. Às vezes, nos distanciamos do seu amo, pelos pecados que cometemos. Em silêncio, peçamos perdão

ao Senhor.

Pres: Tende compaixão de nós, Senhor.

  1. Porque somos pecadores.

Pres: Manifestai, Senhor, a vossa misericórdia.

T: E dai-nos a vossa salvação.

 

Pres: Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. T. Amém.

 

Pres: Senhor, tende piedade de nós.

T: Senhor, tende piedade de nós.

Pres: Cristo, tende piedade de nós.

T: Cristo, tende piedade de nós.

Pres: Senhor, tende piedade de nós.

T: Senhor, tende piedade de nós.

 

  1. GLÓRIA

Glória, glória! Anjos do céu cantam todos seu amor! E na

Terra, homens de paz Deus merece o louvor 

 

Deus e pai, nós vos louvamos adoramos, bendizemos, damos glória ao

vosso nome, vossos dons agradecemos!

 

Senhor nosso, Jesus Cristo, unigênito do Pai, Vós de Deus cordeiro

santo, nossas culpas perdoai!

 

Vós que estais junto do pai, como nosso intercessor, acolhei nosso

pedidos, atendei nosso clamor!

 

Vós somente sois o Santo, o Altíssimo, o Senhor, com o Espírito

Divino, de Deus pai no esplendor!

 

  1. ORAÇÃO DO DIA

Pres. Oremos (silêncio): Manifestai, ó Deus, vossa inesgotável bondade para com os filhos e filhas que vos imploram e se gloriam de vos ter como criador e guia, restaurando para eles a vossa criação, e conservando-a renovada. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.

 

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA – Is 55,1-3

Da Profecia de Isaías.

  1. SALMO – 144

Refrão: Vós abris a vossa mão e saciais os vossos filhos.

  1. SEGUNDA LEITURA – Rm 8,35.37-39

Da Carta de São Paulo aos Romanos.

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGLEHO

Refrão: Aleluia, Aleluia, Aleluia! (Bis)

O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra que sai da boca de Deus, e

não só de pão. Amém. Aleluia, Aleluia!

  1. EVANGELHO – Mt 14,13-21

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de Mateus

  1. HOMILIA
  1. CREIO
  1. PRECES DA COMUNIDADE

Pres. Irmãos e irmãs, tendo participado da mesa da Palavra, nos saciando dos ensinamentos do Cristo, peçamos ao Pai que nos conduza no caminho do Reino. Rezemos juntos:

  1. Saciai-nos Senhor!
  2. Nós Te pedimos Senhor, amparei os que possuem fome e sede, fortalecei os que trabalham pela justiça e a solidariedade em nosso meio. Rezemos juntos:
  3. Nós Te pedimos Senhor daí força aos nossos Ministros ordenados, para que conduzam a Igreja como servidora dos pequenos, e nunca se afastem do caminho iniciado por Cristo, rezemos juntos:
  4. Nós Te pedimos Senhor, convertei o coração dos governantes e daqueles que podem transformar as condições de vida de nosso povo, que sejam construtores da justiça e defensores da vida, rezemos juntos:
  5. Por nossa Comunidade, pastorais, movimentos e serviços, a fim de que sejam imitadores do Cristo e, estejam sempre do lado dos que tem fome e sede de justiça, rezemos juntos:

Pres. Tudo isso vos pedimos a Vós, que viveis e reinais, para sempre.

  1. Amém.

É o momento de trazer nossa oferta material para a manutenção das atividades de nossa comunidade

  1. CANTO DAS OFERTAS
  2. Um coração para amar, pra perdoar e sentir, para chorar e sorrir, ao me criar Tu me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater, ansioso por entender as coisas que Tu disseste:

Refrão: Eis o que eu venho te dar, eis o que eu ponho no altar. Toma Senhor que ele é teu, meu coração não é meu. (bis)

  1. Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as

consequências do amor.

AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Irmãos, agradecidos, elevemos nossos louvores ao Pai. Com braço forte Ele conduziu seu povo e continua, com a luz de seu Espírito, a acompanhar a Igreja peregrina neste mundo.

  1. Bendito e louvado seja Deus, Pai que tanto amor demonstra a todos nós.

 

Pres. O Senhor esteja com vocês.

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

  1. É nosso dever e nossa salvação!
  2. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Nós vos damos graças, ó Pai, por toda a vossa criação e por tudo o que fizestes no meio de nós, por meio de Jesus Cristo, vosso Filho e nosso irmão, que nos destes como imagem viva do vosso amor e de vossa bondade. Ele sacia a fome dos seus pela Palavra e a Eucaristia, convidando homens e mulheres à prática da justiça e da solidariedade.

  1. O Pão da vida, a Comunhão, / Nos une a Cristo e aos irmãos. / E nos

ensina abrir as mãos/ Para partir, repartir o pão.

Pres. Esta comunidade aqui reunida recorda a vitória de Jesus sobre a morte, escutando a sua Palavra e dando graças. Nós Te bendizemos pelos teus servidores, nos dias da sua fidelidade para contigo. Rendamos graças a Deus pelo Espírito de amor que suscita na Igreja homens e mulheres para a evangelização. Todos os vocacionados encontram em Jesus Cristo o modelo de obediência, fortaleza e misericórdia.

  1. O Pão da vida, a Comunhão, / Nos une a Cristo e aos irmãos. / E nos

ensina abrir as mãos/ Para partir, repartir o pão.

Pres. Nós Te bendizemos pelo Reino dos céus que estabeleceste no coração do nosso mundo como um tesouro escondido e como um laço que nos conduz a Ti. Envie sobre nós, aqui reunidos, o vosso Espírito e dai a esta terra que nos sustenta uma nova face. Que haja paz em nossas famílias e cresça em nossa comunidade a alegria de sermos vossos por Cristo, nosso Senhor.

  1. O Pão da vida, a Comunhão, / Nos une a Cristo e aos irmãos. / E nos

ensina abrir as mãos/ Para partir, repartir o pão.

Pres. Toda a nossa louvação chegue a ti em nome de Jesus, por quem oramos com as palavras que ele nos ensinou:

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

  1. RITO DA COMUNHÃO

Pres. Relembrando de Jesus que, muitas vezes, reuniu-se com os seus para comer e beber, revelando que o teu reino havia chegado, nós também nos alegramos com Ele nesta mesa. E tomando o pão consagrado, acrescenta:

Quem vem a mim nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede.

Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo!

  1. Senhor, eu não sou digno …

20.. CANTO DE COMUNHÃO

Receber a comunhão / com este povo sofrido / é fazer a aliança / com a causa do oprimido. (2x)

1 – Celebrando a Eucaristia, / a vida a gente consome; / ao lutar pela justiça, / acabando com a fome, / pra que o outro seja gente, / pra que ele tenha nome.

2 – Celebrar a Eucaristia com famintos e humilhados, / com o pobre lavrador, / sem ter nada no roçado, / é estar em comunhão / com Jesus crucificado.

3 – Celebrar a Eucaristia / é também ser torturado, / é ser perseguido e preso, / é ser marginalizado, / ser entregue aos tribunais / numa cruz pra ser pregado.

4 – Vai também ao nosso lado, / nesta santa Eucaristia, / a companheira de luta, / a Santa Virgem Maria. / Guardará no coração / de seu povo a agonia.

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
  2. Acompanhai, ó Deus, com proteção constante os que renovastes com o pão do céu e, como não cessais de alimentá-los, tornai-os dignos da salvação eterna. Por Cristo, nosso Senhor. T. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS
  2. BÊNÇÃO

PR.:O Senhor esteja convosco.

AS.: Ele está no meio de nós.

PR.: Deus vos abençoe na sua bondade e infunda em vós a sabedoria da salvação.

AS.: Amém!

PR.: Sempre vos alimente com os ensinamentos da fé e vos faça perseverar nas boas obras

AS.: Amém!

PR.: Oriente para ele os vossos passos, e vos mostre o caminho da caridade e da paz.

AS.: Amém.

PR.: Abençoe-vos o Deus todo poderoso, Pai, Filho † e Espírito Santo.

AS.: Amém.

  1. CANTO FINAL

Por escutar uma voz que disse

Que faltava gente pra semear

Deixei meu lar e saí sorrindo

E assobiando pra não chorar

Fui me alistar entre os operários

Que deixam tudo pra te levar

E fui lutar por um mundo novo

Não tenho lar mais ganhei um povo

 

Sou cidadão do infinito

Do infinito, do infinito

E levo a paz no meu caminho

No meu caminho, no meu caminho

 

Eu procurei semear a paz

E onde fui andando falei de Deus

Abençoei quem fez pouco caso

E espalhou cizânia onde eu semeei

Não aceitei condecoração

Por haver buscado um país irmão

Vou semeando por entre o povo

E vou sonhando este mundo novo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui