Roteiro e reflexão 17º Domingo do Tempo Comum

552
Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel. Fabriciano

 

17º DOMINGO –26 de Julho de 2020 – Ano A

CHEGADA

  1. Refrão meditativo

Guarda a palavra, guarda-a no coração.

Que ela entre em sua alma,

E penetre os sentimentos.

Busca, noite e dia, a luz, o amor de Deus,

Se guardares a palavra, ela te guardará!

 

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ABERTURA

Refrão: Alegres vamos à casa do Pai; e na alegria cantar seu louvor! /em sua casa, somos felizes:/participamos da ceia do amor.

  1. A alegria nos vem do Senhor. Seu amor nos conduz pela mão. /ele é luz que ilumina o seu povo. com segurança lhe dá a salvação!
  2. O Senhor nos concede os seus bens nos convida à sua mesa sentar. /e partilha conosco o seu pão. Somos irmãos ao redor deste altar.
  3. voltarei sempre à casa do Pai, de meu Deus cantarei o louvor. / só será bem feliz uma vida que busca em deus sua fonte de amor.

 

  1. SAUDAÇÃO

Pres. Iniciemos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  1. Amém

Pres. A vós, irmãos, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

 

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

O(a) animador(a), com breves palavras, acolhe as pessoas, introduz o sentido do domingo e convida a assembleia a lembrar de como estamos tratando os valores do Reino de Deus. O que é importante para nós? Como estamos cuidando do que é importante? Estamos construindo nossa comunidade baseada nos valores do Reino?

 

  1. ATO PENITENCIAL

Pres. Para celebrarmos dignamente, é preciso arrependimento. Enquanto cristãos estamos construindo nossa vida sobre os valores propostos por Jesus? Confessemos nossos pecados, cantando.

 

  1. Senhor que vieste salvar os corações arrependidos.

Piedade, piedade, piedade de nós.

Piedade, piedade, piedade de nós.

 

  1. Ó Cristo, que vieste chamar os pecadores humilhados.

Piedade, piedade, piedade de nós.

Piedade, piedade, piedade de nós.

 

  1. Senhor que intercedei por nós junto a deus pai, que nos perdoa.

Piedade, piedade, piedade de nós.

Piedade, piedade, piedade de nós.

 

PR.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

AS.: Amém

 

  1. GLÓRIA
  2. Glória a Deus nos altos céus!/ Paz na terra a seus amados! / A vós louvam,

Rei Celeste,/ os que foram libertados.

Refrão: Glória a Deus, lá nos céus, / e paz na terra aos seus.

  1. Deus e Pai, nós vos louvamos, / adoramos, bendizemos; / damos

glória ao vosso nome,/ vossos dons agradecemos.

  1. Senhor nosso, Jesus Cristo, / Unigênito do Pai,/ Vós, de Deus Cordeiro

Santo,/ nossas culpas perdoai!/

4.Vós que estais junto do Pai/ como nosso intercessor,/ acolhei nossos

pedidos,/ atendei nosso clamor!

  1. Vós somente sois o Santo, / o Altíssimo, o Senhor,/ com o Espírito Divino,/ de Deus Pai no esplendor.

 

  1. ORAÇÃO DO DIA

Pres. Oremos (silêncio): Ó Deus, sois o amparo dos que em vós esperam e, sem vosso auxílio, ninguém é forte, ninguém é santo; redobrai de amor para conosco, para que, conduzidos por vós, usemos de tal modo os bens que passam, que possamos abraçar os que não passam. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.

 

LITURGIA DA PALAVRA

 

  1. PRIMEIRA LEITURA – 1Rs 3, 5.7-12

Do Livro dos Reis

  1. SALMO – 118

Refrão: Como eu amo, ó Senhor, / A vossa lei, vossa palavra!

  1. SEGUNDA LEITURA – Rm 8, 28-30

Da Carta de São Paulo aos Romanos.

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGLEHO

Refrão: Aleluia, Aleluia, Aleluia! (Bis)

  1. Eu te louvo, ó Pai Santo, / Deus do céu, Senhor da terra: / Os mistérios do teu Reino / Aos pequenos, Pai, revelas!
  2. EVANGELHO – Mt 13, 44-52

 

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de Mateus

  1. HOMILIA
  1. CREIO
  1. PRECES DA COMUNIDADE

Pres. Irmãos e irmãs, saibamos pedir a Deus aquilo que pode nos conduzir ao seguimento de Cristo. Rezemos juntos:

  1. Atendei a nossas preces.
  2. Nós Te pedimos pelos dirigentes das nações e das Igrejas: dá-lhes um coração atento, para que conduzam os povos e as comunidades segundo o teu Espírito e saibam discernir o bem do mal.
  3. Nós Te pedimos: Tu que imprimes em nós a imagem do teu Filho, faz que o teu Espírito nos transforme à sua semelhança.
  4. Nós Te pedimos: dá aos teus fiéis a coragem de procurar em toda a parte o tesouro da tua presença escondida, para aí encontrar a riqueza do teu amor.
  5. Por nossa Comunidade, pastorais, movimentos e serviços, a fim de que saibamos atender aos pequenos e oprimidos, como os primeiros do Reino.

Pres. Tudo isso vos pedimos a Vós, que viveis e reinais, para sempre.

  1. Amém.

É o momento de trazer nossa oferta material para a manutenção das atividades de nossa comunidade

  1. CANTO DAS OFERTAS
  2. Um coração para amar, pra perdoar e sentir, para chorar e sorrir, ao me criar Tu me deste. Um coração pra sonhar, inquieto e sempre a bater, ansioso por entender as coisas que Tu disseste:

Refrão: Eis o que eu venho te dar, eis o que eu ponho no altar. Toma Senhor que ele é teu, meu coração não é meu. (bis)

  1. Quero que o meu coração seja tão cheio de paz que não se sinta capaz de sentir ódio ou rancor. Quero que a minha oração possa me amadurecer, leve-me a compreender as

consequências do amor.

AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Irmãos, agradecidos, elevemos nossos louvores ao Pai. Com braço forte Ele conduziu seu povo e continua, com a luz de seu Espírito, a acompanhar a Igreja peregrina neste mundo.

  1. Bendito e louvado seja Deus, Pai que tanto amor demonstra a todos nós.

Pres. O Senhor esteja com vocês.

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

  1. É nosso dever e nossa salvação!

 

  1. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

 

Pres. Nós vos damos graças, ó Pai, por toda a vossa criação e por tudo o que fizestes no meio de nós, por meio de Jesus Cristo, vosso Filho e nosso irmão, que nos destes como imagem viva do vosso amor e de vossa bondade.

  1. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

Pres. Esta comunidade aqui reunida recorda a vitória de Jesus sobre a morte, escutando a sua Palavra e dando graças. Nós Te bendizemos pelos teus servidores, nos dias da sua fidelidade para contigo. Estiveste atento às suas orações e escutaste-os. Fazei destes servidores cuidadores para o mundo inteiro e que caminhem na unidade e sejam sinais da presença do Cristo ressuscitado.

  1. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

Pres. Nós Te bendizemos pelo Reino dos céus que estabeleceste no coração do nosso mundo como um tesouro escondido e como um laço que nos conduz a Ti. Envie sobre nós, aqui reunidos, o vosso Espírito e dai a esta terra que nos sustenta uma nova face. Que haja paz em nossas famílias e cresça em nossa comunidade a alegria de sermos vossos por Cristo, nosso Senhor.

  1. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!

Pres. Toda a nossa louvação chegue a ti em nome de Jesus, por quem oramos com as palavras que ele nos ensinou:

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

  1. RITO DA COMUNHÃO

Pres. Relembrando de Jesus que, muitas vezes, reuniu-se com os seus para comer e beber, revelando que o teu reino havia chegado, nós também nos alegramos com Ele nesta mesa. E tomando o pão consagrado, acrescenta:

Quem vem a mim nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede.

Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo!

  1. Senhor, eu não sou digno …

20.. CANTO DE COMUNHÃO

Refrão: O Pão da vida, a Comunhão, / Nos une a Cristo e aos irmãos. / E nos

ensina abrir as mãos/ Para partir, repartir o pão.

  1. Lá no deserto a multidão/ Com fome segue o Bom Pastor. / Com sede busca a Nova Palavra:/ Jesus tem pena e reparte o pão.
  2. Na Páscoa Nova da Nova Lei, /Quando amou-nos até o fim, / Partiu o Pão disse:/ “Isto é meu Corpo por vós doado:/ Tomai, Comei”.
  3. Se neste Pão, nesta Comunhão, / Jesus por nós, dá a própria vida, / Vamos também repartir os dons, / Doar a vida por nosso irmão.
  4. Onde houver fome, reparte o pão/ E tuas trevas hão de ser luz;/ Encontrarás Cristo no irmão, / Serás bendito do Eterno Pai.

 

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
  2. Recebemos ó Deus, este sacramento, memorial permanente da paixão do vosso Filho: fazei que o dom da vossa inefável caridade possa servir à nossa salvação. Por Cristo, nosso Senhor. T. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS

 

  1. BÊNÇÃO

PR.:O Senhor esteja convosco.

AS.: Ele está no meio de nós.

PR.: Deus vos abençoe na sua bondade e infunda em vós a sabedoria da salvação.

AS.: Amém!

PR.: Sempre vos alimente com os ensinamentos da fé e vos faça perseverar nas boas obras

AS.: Amém!

PR.: Oriente para ele os vossos passos, e vos mostre o caminho da caridade e da paz.

AS.: Amém.

PR.: Abençoe-vos o Deus todo poderoso, Pai, Filho † e Espírito Santo.

AS.: Amém.

 

  1. CANTO FINAL

Quando o dia da paz renascer

Quando o Sol da esperança brilhar

Eu vou cantar

 

Quando o povo nas ruas sorrir

E a roseira de novo florir

Eu vou cantar

 

Quando as cercas cairem no chão

Quando as mesas se encherem de pão

Eu vou cantar

 

Quando os muros que cercam os jardins, destruídos

Então os jasmins vão perfurmar

 

Vai ser tão bonito se ouvir a canção

Cantada de novo

No olhar da gente a certeza de irmãos

Reinado do povo

 

Quando as armas da destruição

Destruídas em cada nação

Eu vou sonhar

 

E o decreto que encerra a opressão

Assinado só no coração

Vai triunfar

 

Quando a voz da verdade se ouvir

E a mentira não mais existir

Será enfim

Tempo novo de eterna justiça

Sem mais ódio sem sangue ou cobiça

Vai ser assim

 

Vai ser tão bonito se ouvir a canção

Cantada de novo

No olhar da gente a certeza de irmãos

Reinado do povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui