Carlos Mesters fala sobre mês da Bíblia 2020

2785

No mês de setembro, a Igreja Católica celebra o mês da Bíblia. 30 de setembro é dia de São Jerônimo. Ele foi um grande estudioso da bíblia e a traduziu para linguagem mais simples para que o povo pudesse refletir e entender as escrituras.

Frei Gilvander Luis Moreira, que é assessor da CPT e do CEBI, foi até Unaí no noroeste de Minas Gerais e entrevistou Frei Carlos Mesters, referência na leitura popular da Bíblia. No início do bate-papo , Carlos lembrou que o mês da Bíblia foi uma iniciativa da Arquidiocese de BH que depois se espalhou para todo o Brasil. Para o ano de 2020 a CNBB escolheu o livro do Deuteronômio para leitura, estudo e reflexão. Mesters, em parceria com Francisco Orofino, escreveu um livro com o título; “Revelar o amor de Deus” que será publicado pelo CEBI. Ele lembra a importância deste livro que faz parte do Pentateuco (cinco primeiros livros da bíblia). “O deuteronômio é o livro mais citado no Novo Testamento”, diz Carlos Mesters. Após o fim do Reino do Norte, que foi invadido e destruído pela Assíria, um grupo de pessoas escapou das garras do Rei Assírio e foi para o Reino do Sul na Judeia. Lá eles começaram a pensar e refletir sobre o porquê daquela situação que estavam vivendo, e perceberam que eles deveriam observar melhor a lei de Deus para que o Reino do Sul não caminhasse também para sua destruição. Desta reflexão nasce o livro do Deuteronômio, que etimologicamente significa Segunda Lei.

Acompanhe a entrevista

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui