“O último gesto de Jesus”. Roteiro celebração Ascensão do Senhor

34

Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira Cel. Fabriciano

RITOS INICIAIS

 

  1. REFRÃO MEDITATIVO

Louvarei a Deus, seu nome bendirei

Louvarei a Deus, Ele é minha salvação

 

  1. CANTO DE ENTRADA

O Senhor foi preparar um lugar para

nós no céu.

  1. Ó varões galileus, que estais no céu a

olhar? Aleluia! O Jesus que subiu ao céu

deve, depois, voltar! Aleluia!

  1. Entre cantos e hinos triunfais se eleva o

Senhor! Aleluia! Cante a terra e o mar

também: Cristo é vencedor! Aleluia!

  1. Glorioso, à direita do Pai, sentou-se

Jesus! Aleluia! Que nos foi preparar o

céu, reino de eterna luz! Aleluia!

  1. Ó Jesus, nosso Rei e Senhor, que subis

para os céus! Aleluia! Não deixeis os

cristãos a sós: dai-nos o dom de Deus!

Aleluia

  1. ACOLHIDA E SAUDAÇÃO
  2. Reunidos pela ação amorosa do Ressuscitado que subiu aos céus, iniciemos este nosso encontro de irmãos: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ass. Amém.
  3. A Graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a força do Espírito Santo estejam sempre convosco

Ass.Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

Hoje, recordamos a grandiosidade de nosso Deus. Jesus venceu a morte e subiu ao Céu. A Ascensão de Jesus é o selo da vitória definitiva sobre as forças da morte que tentam dominar este mundo e a certeza de que, ao permanecermos firmes em seu seguimento, também nós ressuscitaremos e nos encontraremos com Ele. Por isso, comunicar a verdade do Evangelho da Vida, em todos os espaços é nossa tarefa. Neste dia da Comunicação social, aprendemos que a escuta é o primeiro e indispensável ingrediente do diálogo e da boa comunicação. Não se comunica se primeiro não se escutou, nem se faz bom jornalismo sem a capacidade de escutar. Para fornecer uma informação sólida, equilibrada e completa, é necessário ter escutado prolongadamente.

  1. ATO PENITENCIAL

PR: No dia em que celebramos a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, também nós somos convidados a morrer para o pecado e ressurgir para uma vida nova., reconheçamo-nos pecadores e humildemente peçamos o perdão de nossas faltas (pausa). Supliquemos a misericórdia do Pai.

PR:  Senhor, que, subindo ao céu, nos presenteastes com o dom do Espírito, tende piedade de nós!

Ass. Senhor, tem piedade de nós.

PR:  Cristo, que dais a vida a todas as coisas com o poder da vossa Palavra, tende piedade de nós!

Ass. Senhor, tem piedade de nós.

PR:  Senhor, Rei do universo e Senhor dos séculos, tende piedade de nós!

Ass. Senhor, tem piedade de nós.

PR: Deus todo poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

Ass. Amém.

  1. GLÓRIA

1-Glória a Deus nos altos céus!

Paz na terra seus amados.

A vós louvam, Rei celeste,

os que foram libertados!

Glória a Deus, lá nos céus,

E paz aos seus amém.

2- Deus e pai, nós vos louvamos,

adoramos, bendizemos.

Damos glória ao vosso nome,

vossos dons agradecemos.

3- Senhor nosso Jesus Cristo,

Unigênito do Pai,

Vós, de Deus Cordeiro e Santo,

Nossas culpas perdoai.

4- Vós, que estais junto do Pai,

como nosso intercessor,

Acolhei nossos pedidos,

atendei nosso clamor.

5- Vós somente sois o Santo,

O Altíssimo . o Senhor,

Com o Espírito Divino,

de Deus Pai no esplendor!

  1. ORAÇÃO DO DIA
  2. OREMOS: Ó Deus todo-poderoso, a ascensão do vosso Filho já é nossa vitória. Fazei-nos exultar de alegria e fervorosa ação de graças, pois, membros de seu corpo, somos chamados na esperança a participar da sua glória. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Ass. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

  1. PRIMEIRA LEITURA – At 1,1-11

Dos Atos dos Apóstolos

  1. SALMO – 46(47)

Refrão: Por entre aclamações, Deus se elevou o Senhor subiu ao toque da trombeta.

  1. SEGUNDA LEITURA– Hb 9, 24-28; 10, 19-23

Da Carta aos Hebreus

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Aleluia, Aleluia, Aleluia.

Ide ao mundo, ensinai aos povos todos; convosco estarei, todos os dias, até o fim

dos tempos, diz Jesus.

  1. EVANGELHO – Lc 24,46-53

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de Lucas

  1. HOMILIA

Jesus era realista. Sabia que não podia transformar, de um dia para outro, aquela sociedade onde via tanta gente sofrer. Não tinha poder político nem religioso para provocar uma mudança revolucionária. Ele tinha apenas a sua palavra, os seus gestos e a sua grande fé no Deus daqueles que sofrem.

Por isso, Jesus gostava tanto de fazer gestos de bondade. Abraçar as crianças da rua para que não se sentissem órfãos. Tocar os leprosos para que não se vissem excluídos. Acolher amistosamente à sua mesa pecadores e indesejáveis para que não se sentissem desprezados.

Estes não são gestos convencionais. Nascem da sua vontade de fazer um mundo mais amável e solidário, no qual as pessoas se ajudem e cuidem mutuamente. Não importa que sejam pequenos gestos. Deus leva em conta até o copo de água que damos àqueles que têm sede.

Acima de tudo, Jesus gosta de abençoar. Abençoa os pequeninos e abençoa, mais ainda, os doentes e infelizes. O seu gesto está carregado de fé e amor. Deseja envolver aqueles que mais sofrem com a compaixão, a proteção e a bênção de Deus.

Não é de admirar que, ao narrar a sua despedida, Lucas descreva Jesus levantando as suas mãos e abençoando os seus discípulos. É o seu último gesto. Jesus entra no mistério insondável de Deus e é envolvido por ele, e os seus seguidores ficam envolvidos na sua bênção.

Há já muito tempo que nos esquecemos, mas a Igreja deve ser no meio do mundo uma fonte de bênção. Num mundo onde é tão frequente maldizer, condenar, causar dano e denegrir, é mais necessária do que nunca a presença de seguidores de Jesus que saibam abençoar, procurar o bem, fazer o bem, atrair para o bem…

Uma Igreja fiel a Jesus está chamada a surpreender a sociedade com gestos públicos de bondade, quebrando esquemas e distanciando-se de estratégias, estilos de atuação e linguagens agressivas que nada têm a ver com Jesus, o Profeta que abençoava as pessoas com gestos e palavras de bondade.

José Antônio Pagola

Tradução de Antonio Manuel Álvarez Perez

Fonte: www.cebi.org.br

  1. PROFISSÃO DE FÉ
  2. Professemos a nossa fé. Creio…
  1. PRECES DA ASSEMBLÉIA

PR.: Meus irmãos e minhas irmãs, invoquemos com fé e esperança, o Senhor Jesus, que subiu aos céus, dizendo: Escuta-nos, Senhor da glória!

Ass. Escuta-nos, Senhor da glória!

  1. Senhor, abençoai a sua Igreja, peregrina neste mundo, para que viva com fidelidade o Evangelho que recebeu de Jesus Cristo, nós pedimos com fé:
  2. Senhor, acompanhai os batizados em sua missão de ser tua presença entre os povos, animando a todos a viver em fraternidade, nós pedimos com fé:
  3. Senhor, inspirai a todos e todas que se dedicam às comunicações, para eu desenvolvam o senso da verdade e da comunicação em defesa da vida nós pedimos com fé:
  4. Senhor, conduzi nossas comunidades no caminho do testemunho e da profecia, para que o Evangelho de Jesus seja o fio condutor de nossa jornada, nós pedimos com fé.

Outras preces aos cuidados da Liturgia

  1. Senhor nosso Deus, ouvi as preces que Vos dirigimos com fé. Que possamos

cantar sempre vossa bondade e misericórdia com nossas obras de amor. Por Cristo nosso Senhor.

Ass. Amém.

LOUVAÇÃO E AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CANTO DAS OFERTAS

É o momento de fazer nossa oferta para manter as necessidades da comunidade, cantemos:

  1. Cada vez que eu venho para te falar, na verdade eu venho para te escutar. /:Fala-me da vida, preciso te escutar. Fala da verdade que vai me libertar:/.
  2. Cada vez que eu venho para oferecer, na verdade eu venho para receber. /:Dá-me o pão da vida, que vai me alimentar. Dá-me a água viva, que vai me saciar:/
  3. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS
  4. Irmãos e irmãs, Jesus ressuscitado subiu aos céus, e alimenta nossa esperança com o seu amor! Demos graças ao Senhor pelas vitórias que ele dá ao seu povo, pela vida que em Cristo vence o pecado e a morte e pela esperança renovada de nossa libertação total e definitiva.

Enquanto se faz um canto, o Ministro da Eucaristia traz o pão consagrado e o coloca sobre o altar. Todos fazem uma breve inclinação.

  1. O Senhor esteja com vocês.

Ass. Ele está no meio de nós!

  1. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

Ass. É nosso dever e nossa salvação!

  1. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS:
  2. Esta comunidade aqui reunida recorda a vitória de Jesus sobre a morte, escutando a sua Palavra e dando graças, na esperança de ver o novo céu e a nova

terra, onde não haverá mais fome, nem morte, nem dor, e onde viveremos na plena comunhão do vosso amor.

  1. Nós te damos graças, ó Deus da vida, porque neste dia santo de domingo nos acolhes na comunhão do teu amor e renovas nossos corações com a alegria da ressurreição de Jesus. Ele é o Príncipe da Paz, Senhor da missão e da Igreja. Por Ele abris para nós a esperança de um mundo novo.

Ass.  Glória a ti, Senhor, / graças e louvor.

  1. Esta comunidade aqui reunida recorda a vitória sobre a morte, escutando a tua Palavra e repartindo o pão, na esperança de ver o novo céu e a nova terra, onde não haverá fome, nem morte, nem dor, e onde viveremos na plena comunhão do teu amor. Dás a todos o alimento / que a terra lhes produz. / Para nós Tu reservaste / o Pão vivo, que é Jesus.

Ass.  Glória a ti, Senhor, / graças e louvor.

  1. Por este sinal do corpo do teu Filho, expressamos nosso desejo de corresponder com mais fidelidade à missão que nos deste e invocamos sobre nós o teu Espírito. Apressa o tempo da vinda do teu reino, e recebe o louvor de todo o universo e de todas as pessoas que te buscam. Pois Jesus é nossa páscoa, o Cordeiro imolado, por quem fomos libertados para a vida que não passa!

Ass.  Glória a ti, Senhor, / graças e louvor.

  1. Nós vos bendizemos, porque por vossa ação fomos enviados a proclamar um novo mundo e constituir uma nova família pela fé, esperança e caridade. Óh Senhor, que venha a graça, / todos voltem para o bem. Viva a nova criação, nova páscoa, plena vida!

Ass.  Glória a ti, Senhor, / graças e louvor.

  1. Antes de participar do banquete da Eucaristia, sinal de reconciliação e vínculo de união fraterna, rezemos, juntos, como o Senhor nos ensinou:

Ass. Pai nosso…,

  1. RITO DA COMUNHÃO
  2. Irmãos e irmãs, participemos da comunhão do Corpo do Senhor em profunda unidade com nossos irmãos que, neste dia, tomam parte da Celebração Eucarística, memorial vivo da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. O Corpo de Cristo será nosso alimento.
  3. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.

Ass:  Senhor, eu não sou digno …

  1. CANTO DE COMUNHÃO

É comunhão, é comunhão

Em Jesus Cristo por inteiro neste pão

É comunhão, é comunhão

Com sua Igreja Missionária em ação.

1-É comunhão com o Deus vivo e verdadeiro

Que dia a dia vem em nossa direção/

Com Ele vamos revelar ao mundo inteiro/

Os horizontes da Evangelização.

 

2- É comunhão com o projeto de Jesus/

A Boa Nova que Ele veio revelar/

Que por amor aceitou morrer na cruz/

Para o seu povo oprimido resgatar.

 

3- É comunhão com o Espírito de Amor

Protagonista da Evangelização/

Ele revela os segredos do Senhor/

E guia a Igreja nos caminhos da missão.

 

4- É comunhão com a Igreja missionária

Que nos acolhe, nos convoca, nos envia/

Como Maria segue sempre solidária

Alimentada pela Santa Eucaristia.

 

5- É comunhão com a história do meu povo

Que sofre, chora e não cansa de esperar/

Da velha terra vai nascer um mundo novo

Nesta esperança vamos juntos comungar.

 

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
  2. Deus eterno e todo-poderoso, que nos concedeis conviver na terra com as

realidades do céu, fazei que nossos corações se voltem para o alto, onde está

junto de vós a nossa humanidade. Por Cristo, nosso Senhor.

Ass. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS
  2. BENÇÃO FINAL

PR: O Senhor esteja convosco.

Ass.Ele está no meio de nós.

PR: Aquele que Ressuscitou dos mortos e nos fez partícipes de sua Ressurreição nos mostre o caminho da missão e da paz. Abençoe-nos e guarde-nos o Senhor Todo-Poderoso e cheio de misericórdia: Pai e Filho e Espírito Santo.

Ass. Amém!

PR: Anunciando o amor do Cristo ressuscitado, ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

Ass. Graças a Deus.

  1. CANTO FINAL

1) Nossa alegria é saber que um dia / todo esse povo se libertará:

Pois Jesus Cristo é o Senhor do mundo, / nossa esperança realizará. (bis)

2) Jesus manda libertar os pobres / e ser cristão é ser libertador.

Nascemos livres pra crescer na vida, / não pra ser pobres, nem viver na dor. (bis)

3) Vendo no mundo tanta coisa errada, / a gente pensa em desanimar.

Mas quem tem fé sempre está com Cristo, / tem esperança e força pra lutar. (bis)

4) Não diga nunca que Deus é culpado, / quando na vida o sofrimento vem.

Vamos lutar, que o sofrimento passa, / pois Jesus Cristo já sofreu também. (bis)

5) Libertação se encontra no trabalho, / mas há dois modos de se trabalhar:

Há quem trabalha escravo do dinheiro, / há quem procura o mundo melhorar. (bis)

6) E pouco a pouco o tempo vai passando, / a gente espera a libertação.

Se a gente luta, ela vai, chegando, / se a gente espera, ela não chega não! (bis)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui