Roteiro e reflexão 24º Domingo do Tempo Comum

734

Elaborado por Vasco Lagares – Diocese de Itabira/Cel Fabriciano

24º DOMINGO – 13 de setembro de 2020 – Ano A

 

  1. Refrão meditativo

Tua palavra é lâmpada para meus pés, Senhor.

/: Lâmpada para meus pés e luz, luz para meu cami – nho. :/ (bis)

RITOS INICIAIS

  1. CANTO DE ABERTURA

Toda bíblia é comunicação

De um Deus amor, de um Deus irmão.

É feliz quem crê na revelação,

Quem tem Deus no coração.

 

Jesus Cristo é a palavra,

Pura imagem de Deus pai.

Ele é vida e verdade, a suprema caridade.

 

Os profetas sempre mostram

a verdade do senhor.

Precisamos ser profetas

para o mundo ser melhor.

 

Nossa fé se fundamenta

na palavra dos apóstolos.

João, Mateus, Marcos e Lucas

transmitiam essa fé.

 

Vinde a nós, ó santo Espírito,

vinde nos iluminar.

A palavra que nos salva,

nós queremos conservar.

 

  1. SAUDAÇÃO

Pres. Iniciemos em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

  1. Amém

Pres. O Senhor, que encaminha os nossos corações para o amor de Deus e a constância de Cristo, estejam convosco.

T: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo

  1. RECORDAÇÃO DA VIDA

O(a) animador(a), com breves palavras, acolhe as pessoas, introduz o sentido do domingo. Lembrar que estamos no mês da Bíblia e que a Palavra de Deus nos orienta em nossa caminhada.

  1. ATO PENITENCIAL

Pres. Em Jesus Cristo, o Justo, que intercede por nós e nos reconcilia com o Pai, abramos o nosso espírito ao arrependimento. Cantando, peçamos ao Senhor que tenha piedade de nós.

  1. Eu confesso a Deus e a vós irmãos, tantas vezes pequei não fui fiél: Pensamentos e palavras, atitudes e omissões…. Por minha culpa, tão grande culpa.

Senhor, piedade!   Cristo piedade! Tem piedade, ó Senhor (2x)

  • Peço a virgem Maria, nossa mãe e a vós, meus irmãos, rogueis por mim. A Deus pai que nos perdoa e nos sustenta por sua mão. Por teu amor, Teu grande amor

Pres: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna.

  1. Amém.
  2. GLÓRIA

Glória, glória, anjos nos céus

cantam todo seu amor

E na terra homens de paz:

(Deus merece o louvor.)3x só no final

1) Deus é Pai, nós vos louvamos,

adoramos, bendizemos,

Damos glória ao vosso nome,

nossos dons agradecemos….

2) Senhor Nosso Jesus  Cristo,

unigênito do Pai.

Vós, de Deus Cordeiro  Santo

nossas culpas,   perdoai…

3.Vós que estais junto do Pai

como nosso intercessor

acolhei nossos pedidos

atendei nosso clamor!….

4 Vós somente sois o Santo,

o Altíssimo Senhor,

O   Espírito  Divino

de Deus Pai o esplendor…

  1. ORAÇÃO DO DIA

Pres. Oremos (silêncio): Ó Deus, criador de todas as coisas, volvei para nós o vosso olhar e, para sentirmos em nós a ação do vosso amor, fazei que vos sirvamos de todo o coração. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

A Palavra de Deus é vida que transforma o coração. É luz que ilumina e nos guia na escuridão

Entrada da Bíblia

  1. Cantemos alegres, vibrantes. / Ergamos a Deus nossa voz. / Acolhamos a sua Palavra / Que passa no meio de nós!

Refrão: Cantai, cantai, irmãos, / Cantai com amor e fé / A Palavra de Vida / Aclamemos de pé!

  1. A Bíblia é o livro sagrado / E que muitos livros contém / Ela é a verdade inspirada / É nosso viver, nosso amém!
  2. Ergamos bem alto esta Bíblia / Que temos em nossas mãos / Com um beijo firmemos a crença / Em Deus que abençoa os irmãos.
  3. PRIMEIRA LEITURA – Eclo 27, 33-28,9

Do Livro do Eclesiástico

  1. SALMO – Sl 102

Refrão: O Senhor é bondoso / Compassivo e carinhoso!

  1. SEGUNDA LEITURA – Rm 14, 7-9

Da Carta de São Paulo aos Romanos.

  1. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Refrão: Aleluia, Aleluia, Aleluia, Aleluia! (Bis)

  1. Eu vos dou este novo mandamento, / Nova ordem, agora, vos dou, / Que também amei uns aos outros, /Como eu vos ameis, diz o Senhor!
  2. EVANGELHO – Mt 18, 21-35)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo a Comunidade de Mateus

  1. HOMILIA

Diante das palavras de Jesus sobre a reconciliação, Pedro pergunta: “Quantas vezes devo perdoar? Sete vezes?” Sete é um número que indica uma perfeição e, no caso da proposta de Pedro, sete é sinônimo de sempre. Mas Jesus vai mais longe. Ele elimina todo e qualquer possível limite para o perdão: “Não te digo até sete, mas até setenta vezes sete!” Pois não há proporção entre o amor de Deus para conosco e o nosso amor para com o irmão. Jesus conta uma parábola para esclarecer a sua resposta a Pedro.

Dívida de dez mil talentos é 164 toneladas de ouro. Dívida de cem denários é de 30 gramas de ouro. Não existe meio de comparação entre os dois. Mesmo que o devedor junto com mulher e filhos fosse trabalhar a vida inteira, jamais seria capaz de juntar 164 toneladas de ouro. Diante do amor de Deus que perdoa gratuitamente nossa dívida de 164 toneladas de ouro, é nada mais que justo que nós perdoemos ao irmão a pequena dívida de 30 gramas de ouro. E atenção! O único limite para a gratuidade da misericórdia de Deus é a nossa incapacidade de perdoar o irmão (Mateus 18,34; 6,15).

A sociedade do Império Romano era dura e sem coração, sem espaço para os pequenos. Estes buscavam um abrigo para o coração e não o encontravam. As sinagogas também eram exigentes e não ofereciam um lugar para eles. Nas comunidades, o rigor de alguns na observância da Lei levava para a convivência os mesmos critérios injustos da sociedade e da sinagoga. Assim, nas comunidades começaram a aparecer as mesmas divisões que existiam na sociedade e na sinagoga entre rico e pobre, dominação e submissão, falar e calar, carisma e poder, homem e mulher, raça e religião. Em vez de a comunidade ser um espaço de acolhimento, tornava-se um lugar de condenação. Juntando palavras de Jesus neste Sermão da Comunidade, Mateus quer iluminar a caminhada dos seguidores e das seguidoras de Jesus, para que as comunidades sejam um espaço alternativo de solidariedade e de fraternidade. Devem ser uma boa-nova para os pobres.

Texto de Mesters, Lopes e Orofino.

  1. CREIO
  1. PRECES DA COMUNIDADE

Pres. Irmãos e irmãs, dirijamos confiantemente nossa oração a Deus, que é rico em misericórdia. Peçamos com fé:

  1. Senhor, escutai o nosso pedido!

1)  Iluminai a Igreja de Cristo, para que, sejam cheios de misericórdia e orientem a todos e todas no caminho do perdão e da reconciliação, peçamos com fé:

2) Ajudai Senhor, a todos e todas, para que, com a leitura diária da Palavra de Deus, possamos seguir firmes o caminho iniciado por Cristo, peçamos com fé:

3) Por cada um de nós, para que a participação em nossas comunidades, movimentos e serviços, possamos cultivar os valores do perdão e da misericórdia, peçamos com fé:

Pres. Acolhei, Pai bondoso, as preces que Vos apresentamos. Por Cristo, nosso Senhor.

  1. Amém.

É o momento de trazer nossa oferta material para a manutenção das atividades de nossa comunidade

  1. CANTO DAS OFERTAS

1-  Um coração para amar, pra perdoar e sentir, / para chorar e sorrir / Ao me criar tu me deste. / Um coração pra sonhar, / inquieto e sempre a bater / Ansioso por entender as coisas que tu disseste.

Refrão: Eis o que eu venho te dar, / Eis o que eu ponho no altar. / Toma, Senhor, que ele é teu. / Meu coração não é meu. (bis)

AÇÃO DE GRAÇAS

  1. CONVITE À AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Renovados pelo Deus-Palavra, acolhamos agora o Deus-Alimento, força de nossa caminhada. O Ministro deposita sobre o altar a Eucaristia enquanto a comunidade canta:

Pres. O Pai enviou-nos o seu Filho Unigênito para a nossa salvação.

Pres. O Senhor esteja com vocês.

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

  1. É nosso dever e nossa salvação!
  2. ORAÇÃO DE AÇÃO DE GRAÇAS

Pres. Nós vos damos graças, ó Deus da vida, porque neste tempo de missão, inspirais com a força do Espírito Santo nosso agir cristão.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Nós vos damos graças, ó Pai, pois pela força do Teu Espírito Santo, inspirai as pessoas a responderem com a vida aos apelos de Tua Palavra conservada na Bíblia Sagrada e anunciada em cada celebração, e pedimos coragem para assumir o seguimento a Jesus.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Esta comunidade aqui reunida te louva ó Pai porque vós vos revelais na fragilidade deste Pão, sinal sensível de vossa presença e sacramento de nossa comunhão fraterna, tornando-vos alimento que nos fortalece nas estradas da vida rumo ao céu.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Nós Te bendizemos, pois pela Palavra do Evangelho, Vós reunistes em uma mesma Igreja, todos os povos, línguas e nações. Pelo Espírito que vivifica e fortalece essa mesma Igreja, Ele não deixa de congregar na unidade todos os seres humanos.

  1. Suba a Vós nosso louvor, Deus eterno, fonte de amor!

Pres. Aceitai, Deus de amor, fonte de paz e da verdadeira piedade, os louvores que hoje Vos oferecemos. Que eles sirvam para render-Vos a devida homenagem e reforçar em nós os laços de Vossa amizade conosco. Assim, unimos a nossa prece à prece de Jesus, rezando como ele nos ensinou:

Pai nosso… pois vosso é o reino, o poder e a glória para sempre.

  1. RITO DA COMUNHÃO

Pres. Relembrando de Jesus que, muitas vezes, reuniu-se com os seus para comer e beber, revelando que o teu reino havia chegado, nós também nos alegramos com Ele nesta mesa. E tomando o pão consagrado, acrescenta:

Quem vem a mim nunca mais terá fome e o que crê em mim nunca mais terá sede.

Eis o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do mundo!

  1. Senhor, eu não sou digno …

20.. CANTO DE COMUNHÃO

O meu Corpo  e o  meu Sangue vos dou,

o Pão Vivo, Maná da Aliança,

A  serviço da vida do povo

que  caminha na Luz da esperança.

1-Irmãos, agradeçamos  ao Senhor,

Louvando, demos graças  ao  seu  nome

É Ele que nos dá o pão do céu,

Pão vivo que sacia toda fome.

2- É Ele que educa sua Igreja, guiando-a

por caminhos sempre novos.

E a cruz que é loucura para muitos, é sinal

de amor e graça para os povos.ref..

3- E a chama a todos nós, seu povo amado,

a sermos educados na irmandade,

fazendo a experiência que liberta

da vida construída em igualdade.

4- É Ele que perdoa nossas faltas

e envolve-nos em graça e compaixão.

Aos pobres e pequenos deste mundo

dedica especial predileção,

  1. ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

Pres. Ó Deus, que a ação da vossa Eucaristia penetre todo o nosso ser, para que não sejamos movidos por nossos impulsos, mas pela graça do vosso sacramento. Por Cristo, nosso Senhor. T. Amém

RITOS FINAIS

  1. AVISOS
  2. BENÇÃO

Pres. O Senhor esteja convosco!

  1. Ele está no meio de nós!

Pres. Abençoe-nos Deus Todo-poderoso: Pai e Filho e Espírito Santo.

  1. Amém.

Pres. Vivendo o amor fraterno, ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

  1. Graças a Deus. 
  1. CANTO FINAL

1- Eu venho do sul e do norte, do oeste e do leste, de todo lugar

Estrada da vida eu percorro levando socorro a quem precisar

Assunto de paz é meu forte Eu cruzo montanhas e vou aprender

O mundo não me satisfaz o que eu quero é a paz, o que eu quero é viver.

No peito eu levo uma cruz, no meu coração o que disse   Jesus(2x)

2- Eu sei que não tenho a idade da maturidade de quem já viveu

Mas sei que já tenho a idade de ver a verdade o que eu quero ser eu

O mundo ferido e cansado de um negro passado de guerras sem fim

Tem medo da bomba que fez, a fé que desfez mas aponta pra mim

3- Eu venho trazer meu recado, não tenho passado mas sei entender

Um jovem foi crucificado por ter ensinado a gente viver

Eu grito ao mundo descrente que eu quero ser gente, que eu creio na cruz

Eu creio na força do jovem que segue o caminho de Cristo Jesus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui